Operação Marquês
Fotografia: TVI24

TVI tem cobertura especial no ‘Dia D’ da Operação Marquês

Conhece-se esta sexta-feira (9) a decisão instrutória de um dos processos mais mediáticos da história da justiça portuguesa: a Operação Marquês. Para acompanhar este momento decisivo, a TVI tem preparada uma cobertura informativa especial, que será conduzida por Sara Pinto, ao longo do dia, a partir do Campus de Justiça.

Operação Marquês – O Dia D contará com vários diretos a partir do Campus de Justiça, em Lisboa, e com a presença de convidados e comentadores. Entre eles, figuram os advogados Rogério Alves e Marinho e Pinto, “que estarão na antena da TVI e da TVI24, durante todo o dia e também ao longo da noite informativa“. O primeiro acompanhará, em formato live comment, o momento da leitura do processo pelo juiz Ivo Rosa.

O advogado Magalhães e Silva fará a sua análise e o comentário ao desenrolar do processo no Jornal das 8 e ao longo da noite, na TVI 24. Entre os especialistas e comentadores convidados, contam-se ainda Miguel Sousa Tavares, Maria João Avillez, Rui Moreira, Manuela Ferreira Leite e Fernando Medina.

Ao final da noite, o tema será também debatido no programa Circulatura do Quadrado Especial na TVI24, moderado por Carlos Andrade, com Pacheco Pereira, António Lobo Xavier e Ana Catarina Mendes.

A Operação Marquês é um dos processos mais mediáticos de sempre da justiça portuguesa, envolvendo pela primeira vez acusações de corrupção a um ex-chefe de Governo“, refere a RTP Notícias. Para além do ex-primeiro-ministro José Sócrates, o processo conta com mais 27 arguidos – 18 pessoas singulares e nove empresas, estando em causa o total de 188 alegados crimes económico-financeiros.

Em janeiro de 2019, iniciou-se a fase instrutória do processo, que culmina esta sexta-feira (9) com a leitura da decisão por parte do juiz Ivo Rosa, que está em exclusividade no processo desde novembro de 2018. José Sócrates, que esteve preso preventivamente, está acusado de um total de 31 crimes: prática de corrupção passiva de titular de cargo político (3), branqueamento de capitais (16), falsificação de documento (9) e fraude fiscal qualificada (3).

Mais Artigos
Amor Amor continua a liderar as noites da televisão portuguesa.
Audiências. Ao sábado, ‘Amor Amor’ regressa à liderança