The Circle
Fotografia: Netflix/Reprodução

‘The Circle: EUA’. Está de regresso o reality show em que todos podem ser influencers

Sabe o que esperar da nova temporada do programa da Netflix.

reality show inovador da Netflix está de volta com novas aventuras. A segunda temporada de The Circle: EUA estreia na quarta-feira, 14 de abril, e promete ser “maior e melhor” do que nunca.

Ao contrário do que aconteceu com a temporada inaugural, que contou com 12 episódios lançados de uma vez só em janeiro de 2020, a estreia dos novos 13 será faseada, numa nova estratégia da Netflix para reality shows. A cada quarta-feira serão disponibilizados quatro episódios: a 14 de abril, podes assistir do primeiro ao quarto episódio; a 21 de abril do quinto ao oitavo; a 28 de abril do nono ao décimo segundo e, por último, a grande final apenas estará disponível a 5 de maio.

Para esta nova temporada, a plataforma de streaming promete que este regresso é “maior e melhor, com mais reviravoltas e drama em todos os 13 episódios”. Serão oito os concorrentes a entrar no círculo, onde flirtam, fazem amizades, chateiam-se e competem uns contra os outros numa plataforma de rede social única para ganharem o prémio monetário enquanto top influencer”. Em jogo estão 100 mil dólares, que vão para o jogador que mais se destacar e sair por cima nas competições.

Já se conhece a identidade dos oito concorrentes desta temporada. Em jeito de crossover com Too Hot To Handle, outro reality show que explodiu na Netflix o ano passado, uma das concorrentes de The Circle: EUA será Chloe Veitch, 22, a britânica de Essex que protagonizou alguns dos momentos mais caricatos de THTH.

Os restantes sete são americanos, sendo eles: Bryant, 27 (vindo de Chico, Califórnia); Courtney, 28 e Savannah, 25, as duas diretamente Los Angeles; Deleesa, 32 (vem de The Bronx, Nova Iorque); Jack, 20 (oriundo de New Haven, Connecticut); e Lee, 58 e Terilisha, 34, ambos de Dallas, Texas.

The Circle EUA
Chloe Veitch, 22, ficou conhecida pela sua participação em Too Hot To Handle. Com a entrada em The Circle: EUA, reforça a sua presença em reality shows. | Fotografia: Netflix

Produzido por Stephen Lambert, The Circle conta já com três versões: a americana (The Circle: EUA), a francesa (The Circle: França) e a brasileira (The Circle: Brasil). Neste reality show, cada concorrente vive sozinho num apartamento, não chegando a conviver diretamente com os restantes. Para se conhecerem, os jogadores podem falar por chats privados ou em grupo, através da rede social “The Circle”, à qual acedem por voz, nas televisões. O objetivo é tornarem-se influencers, persuadindo os demais a gostarem dos seus perfis e das suas personalidades (reais ou manipuladas) e conquistando o máximo de popularidade que conseguirem.

Os participantes podem assumir a sua identidade real ou fabricarem todo um alter-ego, que, para eles, lhes confere uma maior chance de alcançar a vitória e um prémio de 100.000 dólares (cerca de 84 mil euros). Para compor o seu perfil, escolhem uma fotografia, uma idade, um status de relacionamento e escrevem uma breve descrição. Ao longo do jogo, vão podendo atualizar o seu feed com novas publicações ou até fotografias.

De forma recorrente, cada um dos envolvidos vota nos restantes, classificando aquele de que menos gosta até àquele de quem mais gosta. Os votos são contados e o jogador menos popular é bloqueado, ou seja, excluído do jogo. Este jogador pode, então, visitar o apartamento de um jogador à sua escolha, conhecendo-o e percebendo se algum dos dois estava a mentir. Posteriormente, grava um vídeo de despedida para os seus colegas onde revela a sua identidade – verdadeira ou falsa.

Mesmo ainda antes da estreia da segunda temporada de The Circle: EUA, já se encontra confirmada uma terceira. ainda sem previsão de estreia.

com Tiago Serra Cunha

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Operação Marquês
TVI tem cobertura especial no ‘Dia D’ da Operação Marquês