Jornal da Uma
João Fernando Ramos. Fotografia: Hugo Garrido

Reportagem: Quando Braga se transformou no cenário do ‘Jornal da Uma’ da TVI

O Jornal da Uma saiu do estúdio e o Espalha-Factos acompanhou a emissão

No fim de semana de Páscoa, a cidade de Braga recebeu o Jornal da Uma da TVI, conduzido por João Fernando Ramos. No sábado (3), a emissão decorreu a partir do Largo da Sé.

Além da atualidade informativa, o noticiário conduziu os telespetadores numa viagem pela capital minhota, exibindo as tradições e a cultura cristã da cidade.

O noticiário saiu do estúdio e João Fernando Ramos explica que o espaço exterior torna a sua realização mais complexa. “Como tudo está pensado e oleado, parece muito simples, mas fazer exterior exige todo um trabalho de preparação, que se não for muito bem feito e se não tiver base numa empatia completa da equipa, pode resultar numa grande asneira, porque estamos com condições precárias”, refere.

Apesar da planificação prévia, o pivô do Jornal da Uma confessa que há espaço para momentos de improviso: “Gosto muito de trabalhar com aquilo que vou sentindo, achando que aquele pivô pode ter um movimento mais interessante ou aproveitar uma das imagens que temos neste cenário para o compor”. João Fernando Ramos acredita que o sucesso de uma emissão destas só se concretiza com “uma equipa criativa e competente”.

“Quando estamos ao lado das pessoas, a informação é mais entendida”

A transmissão do noticiário a partir de Braga, uma das cidades com maior tradição Pascal, vai ao encontro da abordagem de proximidade levada a cabo pela TVI e que João Fernando Ramos considera “muito importante”: “Quando estamos ao lado das pessoas, a informação é mais entendida. As conversas que vamos tendo com quem está aqui à volta são extremamente importantes”.

As histórias do interior do órgão de tubos da Sé, do escadório do Bom Jesus ou das capelas que foram premiadas e construídas numa nova geração de arquitetos, exibidas no Jornal da Uma, justificam a viagem até Braga, que não se realiza apenas por uma mudança do cenário habitual: “Nós não apresentamos só um jornal em Braga, nós fazemos muitas histórias sobre Braga, uma cidade cheia de tradições. Os sítios por onde passamos resultam num bom espaço dentro do jornal”. João Fernando Ramos, que é também diretor da TVI no Norte, refere que a emissão a partir do exterior “só faz sentido se for dessa forma”: “Porque estamos fora só para ter um belo cenário, é tudo mais simples no estúdio, e nós já temos tecnologia no estúdio que nos permite até ter uma melhor imagem”, acrescenta.

Os festejos pascais habituais viram-se impossibilitados pela pandemia pelo segundo ano consecutivo, mas as emissões de sábado e domingo do Jornal da Uma proporcionaram a demonstração das tradições desta época, não só aos bracarenses, como a todos os portugueses.

Lê também: Opinião. Marques Mendes, o segundo Presidente da televisão?

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
TVI
TVI aposta em ‘Roast’ a Toy para enfrentar novo programa de Bruno Nogueira