Bridgerton Regé-Jean Page
Fotografia: Netflix/Divulgação

Regé-Jean Page diz adeus a ‘Bridgerton’ e não volta para a segunda temporada

O Duque abandona o elenco da série após o grande sucesso da primeira temporada

Depois de brilhar como Duque de Hastings na primeira temporada de Bridgerton, o ator Regé-Jean Page vai abandonar o elenco da série. A notícia foi divulgada esta sexta (2), através do Twitter oficial da série e da plataforma de streaming Netflix.

Com as gravações da segunda temporada de Bridgerton a iniciar esta primavera, os produtores deste grande sucesso mundial anunciaram que Regé-Jean Page não fará parte da segunda temporada da série. Como podemos ler no comunicado oficial do Twitter, “Caros leitores, (…) dizemos adeus a Regé-Jean Page, que triunfantemente interpretou o papel de Duque de Hastings. Sentiremos a falta do Simon mas ele fará sempre parte da família Bridgerton”.

A notícia chegou como um choque para os fás da série, já que Regé-Jean foi uma das principais revelações envolvidas na primeira temporada da série e apaixonou o mundo com o papel de Simon Basset e a sua relação com Daphne Bridgerton (Phoebe Dynevor). A esposa do Duque fará parte da próxima temporada e será uma “uma esposa e irmã dedicada”, focada em ajudar o irmão Anthony a encontrar o amor, numa temporada que terá “mais intriga e romance do que leitores serão capazes de aguentar”.

Bridgerton
Simon e Daphne | Fotografia: Liam Daniel/Netflix © 2020

De acordo com a ordem da série de romances de Julia Quinn, cada temporada deve centrar-se num membro diferente da família Bridgerton. Inspirada em “The Viscount Who Loved Me”, a segunda temporada foca-se em Anthony (Jonathan Bailey), o mais velho do clã de irmãos, e na sua jornada para encontrar uma esposa.

Numa entrevista à Variety, Regé-Jean revelou detalhes das primeiras conversas com os produtores da série e admitiu que “sempre soube que Bridgerton seria um caso isolado na minha carreira. Pensei que era interessante aceitar o papel porque poderia participar, contribuir com a minha parte e seguir em frente”.

“Algo interessante neste género [romance] é que o público sabe que o ciclo se completa. Os espectadores têm a garantia de casamos e tivemos um filho”, frisa o ator. “Tenho um grande carinho pela série e desejo que ela continue a conquistar o mundo mas era necessário terminar este ciclo”, conclui Regé.

Considerado um dos grandes talentos descobertos através de Bridgerton, o papel do ator na série garantiu-lhe um NAACP Image Award de Melhor Ator em Série Dramática, com esta grande produção que bateu recordes em todo o mundo e se tornou na série da Netflix mais vista da história.

A próxima aparição de Regé-Jean Page será no grande ecrã com o filme de ação The Gray Man, onde irá contracenar com nomes como Ana de Armas, Chris Evans ou Ryan Gosling.

Mais Artigos
Depois, vai-se a ver e nada
‘Depois, Vai-se a Ver e Nada’. Talk-show da RTP1 volta a receber público no Porto