Eurovisão
Fotografia: Eurovision.tv

Eurovisão 2021. Governo holandês permite audiência reduzida nos espetáculos

A pouco mais de um mês de acontecer, o Festival Eurovisão da Canção continua a moldar a edição deste ano às restrições da pandemia. O Governo dos Países Baixos anunciou esta quinta-feira (1 de abril) que cada um dos nove espetáculos – seis ensaios, duas semifinais e a final – poderá ter um máximo de 3500 espectadores no local, menos de metade do número esperado para a edição do ano passado.

O executivo holandês permite, desta forma, a realização do Festival com audiência ao vivo, tendo cada um dos espectadores que apresentar um teste negativo à Covid-19 antes de entrar na Rotterdam Ahoy, explica a emissora organizadora NOS. O evento vai servir de “laboratório de campo” para a realização de outros festivais desta dimensão de forma segura.

Martin Österdahl, supervisor executivo da Eurovisão, diz em comunicado que as medidas serão postas em prática, com “a saúde e segurança de todos os que estarão no evento” em “máxima prioridade”. A organização relembra que “todas as delegações, artistas e membros da equipa de produção vão seguir um protocolo restrito e não vão manter contacto com potenciais membros da audiência sob quaisquer circunstâncias”.

Eurovisão
Arena Ahoy, em Roterdão | Fotografia: Eurovision.tv

A União Europeia de Radiodifusão (UER/EBU) e o Governo do país organizador vão continuar a acompanhar em situação e, segundo as mais recentes informações, no final de abril deverá existir uma resposta definitiva sobre a realização do festival, tendo em conta a evolução pandémica. Nas últimas semanas, a situação tem agravado no país, com números superiores a 7 mil casos diários ao longo dos últimos dias (26 a 31 de março).

Artistas vão poder atuar ao vivo a partir de Roterdão

Segundo o plano de segurança sanitária para este ano, a organização prevê que os 39 representantes a concurso possam atuar em direto a partir de Roterdão. As regras, que seguem as linhas base do Instituto Nacional para a Saúde Pública e o Ambiente neerlandês, garantem medidas de higiene e segurança, uso de máscara protetora, ventilação apropriada e uma capacidade de testagem alargada e extensiva com elevada regularidade.

As equipas a trabalhar na Ahoy Arena serão testadas com regularidade num centro situado junto à arena do espetáculo, numa estratégia de testagem que está atualmente a ser desenvolvida pelas entidades de saúde designadas.

Todos os envolvidos que venham de fora dos Países Baixos, dos artistas à imprensa, terão de cumprir um período de isolamento obrigatório de cinco dias antes da viagem e testar negativo à Covid-19 com antecedência de pelo menos 72 horas.

Mesmo que avance o cenário de realização previsto – participantes na cidade com delegações mais pequenas, audiência reduzida e com distanciamento, poucos eventos pela cidade com restrições e uma sala de imprensa reduzida, com 500 membros no local e 1000 outros jornalistas a acompanhar online – e os artistas possam cantar na cidade anfitriã, um teste positivo antes ou durante os preparativos pode impossibilitar a viagem. Para estes casos, a EBU anunciou em novembro que, de modo a assegurar que todos os países têm a mesma oportunidade, os artistas a concurso vão poder gravar previamente uma versão da sua atuação para ser exibida nas galas.

Festival Eurovisão da Canção 2021 acontece nos dias 18, 20 e 22 de maio, em Roterdão, nos Países Baixos. Os apresentadores, o design do palco e o slogan – Open Up – previstos para a edição do ano passado mantêm-se inalterados. Serão 39 países a concurso, entre os quais Portugal, representado pela banda The Black Mamba e o tema ‘Love is on My Side‘.

Espalha-Factos continua a acompanhar todas as novidades do concurso, bem como da Eurovisão, num podcast especial, o EFVisão.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Óscares
Óscares 2021. As nomeadas a Melhor Atriz Secundária ‘ao detalhe’