Eurovisão
Fotografias: Eurovision.tv

Eurovisão. Com a Bielorrússia de fora em 2021, há política no Festival?

A Bielorrússia está de fora do Festival Eurovisão da Canção 2021. A canção apresentada pelo país foi interpretada como mensagem de apoio ao regime do presidente Alexander Lukashenko, que tem conhecido uma intensa contestação social desde meados no ano passado.

EFVisãopodcast do Espalha-Factos sobre a Eurovisão, analisa o caso e reflete sobre demonstrações políticas no certame.

Ouve o episódio especial do EFVisão:

‘Ya Nauchu Tebya’ (Eu vou-te ensinar, em tradução livre) era o tema, escrito e interpretado pelo grupo Galasy ZMesta, escolhido pela emissora BTRC para representar a Bielorrússia nesta edição. A canção foi acusada de conter uma mensagem subliminar pró-governo, o que, segundo as regras da Eurovisão, não é permitido. Vou-te ensinar a dançar uma melodia/Vou-te ensinar a morder a isca/Vou-te ensinar como andar ao longo da linha”, em tradução livre, são versos da canção cujo significado apoiaria o regime ditatorial vigente no país.

A União Europeia de Radiodifusão (UER/EBU) desclassificou a canção após forte contestação nas redes sociais, tendo inclusive surgido uma petição a pedir a retirada do país da edição deste ano da Eurovisão. Após análise pela organização, foi concluído que o tema bielorrusso colocava em causa “a natureza não-política do concurso” e que “na presente forma, não é elegível para competir” no certame, tendo sido dada a oportunidade de ser enviada outra canção.

EBU esclarece que “examinou cuidadosamente a nova submissão do país” e concluiu que este também violava as regras da competição. “Como a BTRC não submeteu uma inscrição válida dentro do prazo extendido, lamentavelmente, a Bielorrússia não irá participar no 65º Festival Eurovisão da Canção, em maio”, concluiu a organização.

Eurovisão 2021
Galasy ZMesta seriam os representantes da Bielorrússia na Eurovisão 2021. | Fotografia: EBU/Divulgação

O painel do EFVisão, moderado por Kenia Sampaio Nunes, redatora no EF, é composto por Ricardo Rodrigues, autor convidado no EF e apresentador no EFVisão; Tiago Serra Cunha, editor e podcaster no EF; e Frederico Rocha, diretor do Centro Europeu de Documentação da Universidade de Cardiff, no País de Gales, e fã da Eurovisão há 20 anos. Os convidados analisam a situação e respondem á questão: de que forma a política afeta a Eurovisão?

A 65.ª edição do Festival Eurovisão da Canção decorre entre os dias 18 e 22 de maio, em Roterdão, nos Países Baixos. Até lá, o Espalha-Factos continua a acompanhar todas as novidades da maior competição de música do mundo. Ouve também o último noticiário do EFVisão:

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Nomadland
Prémios BAFTA 2021. ‘Nomadland’ dominou com várias surpresas