Cristina Ferreira foi a convidada de Manuel Luís Goucha.
Instagram

Audiências. Cristina Ferreira isola ‘Goucha’ no primeiro lugar

Cristina Ferreira foi a convidada de Manuel Luís Goucha nesta sexta-feira (26). A entrevista da apresentadora da TVI foi líder de audiências e levou Goucha a um dos melhores resultados desde a estreia, permitindo uma aproximação da estação ao primeiro lugar.

A apenas dois dias de estrear o seu novo programa às 19h na TVICristina Comvida – Cristina Ferreira juntou-se à conversa com o antigo parceiro das manhãs para falar sobre os últimos meses na TVI, a saída polémica da SIC e ainda as críticas da qual tem sido alvo como Diretora de Entretenimento e Ficção da estação. O programa foi acompanhado por 514 mil telespectadores em média, resultando em 5,4% de audiência média e 21,3% de share, um resultado bem acima da concorrência.

No segmento da entrevista com Cristina Ferreira, Goucha conseguiu distanciar-se evidentemente da concorrência, abrindo uma diferença de mais de dez pontos percentuais em relação a Júlia. Num todo, a entrevista a Cristina registou 6,6% de rating e 23,5% de share, altura em que a SIC se prendia pelos 13% de quota de mercado. No melhor momento, o programa de Manuel Luís Goucha conseguiu chegar aos 7,6% de rating e 25,5% de share, às 18h03, já nos últimos momentos do episódio desta sexta-feira do programa da TVI.

Lê também: Cristina Ferreira: “Nunca me senti besta, mas o meu percurso tem sido bestial”

Júlia Pinheiro, viu o primeiro lugar a voltar a escapar-lhe das mãos contra a entrevista de Cristina Ferreira. O programa das tardes da SIC ficou bastante atrás, com apenas 333 mil telespectadores em média, o correspondente a 3,5% de rating e 14,4% de share. Na RTP1, A Nossa Tarde voltou a escorregar e a passar despercebida. O programa de Tânia Ribas de Oliveira só contou com 160 mil telespectadores; 1,7% de rating e 7,5% de share.

Nos totais diários, a diferença nas tardes foi o suficiente para atirar a TVI para um segundo lugar próximo do pódio. O dia foi liderado pela SIC, com 19,6% de share médio, seguida da TVI com 18,5%. A RTP1 fechou com 11,9%, com a RTP2 a conseguir 1,0%. No cabo, a CMTV fehcou o dia com 3,6%.

Casa Feliz com novo recorde de quota de mercado

Casa Feliz voltou a bater recorde de quota de mercado.
Casa Feliz subiu ao melhor resultado de share de 2021. (Instagram)

O programa de Diana Chaves e João Baião voltou a distanciar-se da concorrência e a consolidar o primeiro lugar. Casa Feliz contou com a companhia de 443 mil telespectadores em média, o correspondente a 4,7% de rating e 23,3% de share – o registo mais alto de quota de mercado do programa em 2021. Líder durante grande parte da manhã, o formato da SIC começou a destacar-se confortavelmente pelas 11h da manhã, aproximando-se dos 30% de share já na última parte da emissão.

Na TVI, Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz conseguiram levar a melhor durante a primeira parte, ainda que com uma margem mínima. Nas contas finais, Dois às 10 fechou com 380 mil telespectadores, referente a 4,0% de audiência média e 19,9% de share. Na RTP1, Praça da Alegria nunca se revelou grande ameaça para as privadas, concluíndo com apenas 2,2% / 11,4%. Ao todo, só nas generalistas, as manhãs da televisão portuguesa conseguiram juntar um milhão e 32 mil telespectadores em média.

Outros destaques:

Amor Amor continua a liderar as noites da televisão portuguesa.
Amor Amor continua a liderar as noites da televisão portuguesa. (Instagram)
  • Amor Amor (12,7% / 23,2%), A Serra (10,8% / 24,9%) e Tempo de Amar (6,1% / 22,9%) conseguiram voltar a liderar contra a concorrência da TVI. Na quatro, Bem Me Quer (11,1% / 20,5%), Amar Demais (8,0% / 19,0%) e Mulheres (4,7% / 16,4%) – que bateu recorde negativo de share – não foram além do segundo lugar nas audiências.
  • Viver a Vida (7,7% / 19,7%) e Êta Mundo Bom! (10,8% / 21,0%) deixaram escapar o primeiro lugar. As apostas da SIC viram-se ficar atrás, por momentos, de Goucha e de Big Brother: Última Hora – que subiu a um recorde de quota de mercado, com 7,7% / 21,0% – e por O Preço Certo, que liderou durante toda a emissão com 10,3% / 21,3%. O Diário ficou com 9,1% / 18,8%.
  • Jornal das 8 mordeu os calcanhares ao Jornal da Noite. O noticiário da TVI conseguiu 11,2% de rating e 19,8% de share, conseguindo liderar durante a segunda parte e garantir uma aproximação do primeiro lugar na média final. O noticiário da SIC foi líder com 11,5% / 20,6%, numa diferença de apenas 35 mil telespectadores. Na RTP1, Telejornal contou com 10,2% / 18,2%.
  • Se à noite os noticiários se colaram, à hora de almoço o Primeiro Jornal da SIC foi líder inconstável. O noticiário conseguiu um primeiro lugar destacado com 8,2% / 27,1% – o melhor resultado de quota de mercado do dia – seguido de Jornal da Uma, com 5,9% / 19,7% e de Jornal da Tarde, com 4,8% / 15,2%.
Já segues o Espalha-Factos no Instagram?
Mais Artigos
Prisão Domiciliária
Crítica. ‘Prisão Domiciliária’: a corrupção presa entre quatro paredes