Auga Seca
Fotografia: RTP/Divulgação

‘Auga Seca’. RTP reforça elenco a caminho da segunda temporada

Auga Seca, coprodução luso-espanhola entre a RTP e a Televisión de Galicia com a HBO, regressa em breve para uma segunda temporada. A produção, que arrancou gravações no início do mês de fevereiro, conta não só com o esperado regresso de algumas personagens, mas também com novas adições ao elenco.

Tomás Alves, Pêpê Rapazote, Gonçalo Waddington, Paulo Calatré, Luana Piovani, João Baptista Coio Só são os nomes, já familiares no panorama audiovisual português, que irão reforçar o elenco do thriller, dando corpo a novas personagens.

Diogo Mesquita é outra das adições. O ator vai dar vida a Santos, novo inspetor da Polícia Judiciária que investiga a rede de tráfico conhecida na primeira temporada, explica o FantasticTV. Não se conhecem ainda todos os pormenores sobre os restantes personagens.

Apesar das novidades, os protagonistas mantêm-se e há vários regressos da temporada anterior. Victória Guerra, Monti Castiñeiras, Sergio Pazos, Igor Regalla, Joana Santos, Adriano Luz, Marta Andrino e João Pedro Dantas repetem os seus papéis na nova parte. Também a equipa técnica conta com reforços nacionais, como Miguel Simal, enquanto guionista, e Sérgio Graciano na realização, ao lado de Toño Lopez, realizador galego responsável pela primeira temporada.

Auga Seca
Fotografia: RTP/Divulgação

A primeira temporada de Auga Seca, dividida entre a Galiza e Portugal, foca-se num criminoso negócio familiar envolvendo o tráfico de armas. Este mundo marcado pelos negócios ilegais vai sendo desvendado ao longo da série, tendo como mote o possível suicídio de Paulo (João Arrais), colaborador no negócio dos Galdon, seus familiares galegos. Também a investigação independente liderada pela sua irmã Teresa (Victória Guerra), desconfiada dos misteriosos contornos da morte do irmão, surge enquanto principal artéria do enredo.

Os novos episódios irão seguir esta linha, ao “mergulhar nas origens dos negócios da família Galdon e dos seus conflitos com a família de Teresa”, conta a HBO.

Dado o sucesso da primeira temporada, a nova parte da série contará com oito episódios a estrear na RTP1 no final do verão e na HBO Portugal e Espanha – catálogo onde chegou em abril do ano passado, tornando-se a primeira série portuguesa no serviço. A produção torna-se, ao ter produção da plataforma, mais um dos originais portugueses para um gigante do streaming internacional – a par de Glória, a primeira série portuguesa da Netflix, que estreia este ano.

Mais Artigos
Princípio, Meio e Fim
‘Princípio, Meio e Fim’. Estamos todos preparados para compreender Bruno Nogueira?