Audiências
Fotografia: D.R.

Audiências. Seleção Nacional atira TVI para terceiro lugar

A Seleção Nacional regressou ao campo nesta quarta-feira (25), resultando num forte impulso para a RTP1, que subiu ao segundo lugar da tabela diária e atirou a TVI para o terceiro lugar, enquanto a SIC permaneceu na liderança das audiências.

A partida, disputada entre as seleções nacionais de Portugal e do Azerbaijão, garantiu com facilidade o posto de programa mais visto do dia, com uma audiência de praticamente 2 milhões de espectadores, o que se traduziu em 20,9 pontos de rating e um share de 35,8%. O jogo foi também responsável pelo maior pico de audiência do dia, com a RTP1 a chegar aos 25% de rating às 21h31.

Assim, o primeiro canal conseguiu crescer substancialmente face aos seus resultados habituais, fechando esta quarta-feira com 17,2%, muito acima da sua média anual que, até à data, é de 11,1% de quota de mercado.

A SIC resistiu à investida da Seleção e conservou o primeiro lugar do dia, com 18,8% de share, um registo ligeiramente abaixo da sua média do ano, que se fixa neste momento em 19,3%. Já a TVI marcou 16,7% e deslizou para terceiro lugar, um valor também ligeiramente abaixo da média anual de 17,3%

Os noticiários das privadas foram prejudicados pela concorrência mais pesada. O Jornal da Noite desceu para o quinto lugar do dia, marcando 10,6% de audiência média e 17,7% de share. Já o Jornal das 8 não foi além de 8,7% de rating e 14,7% de share. Emitido mais cedo, ao final da tarde, o Telejornal fidelizou os mesmos 8,7% de rating e 19,9% de share.

Audiências
Fotografia: Divulgação / SIC

Na continuação do horário nobre, a SIC viu-se com dificuldades em ascender ao primeiro lugar, com Amor Amor (12,4% / 22,2%) a obter uma liderança muito curta face a Bem Me Quer (12,1% / 21,5%). Emitido mais tarde na RTP1, o Joker capitalizou o seu bom lead-in e atingiu máximos do ano, garantindo 7,8% de rating e 14,4% de quota de mercado.

As novelas de segunda faixa mostraram-se mais fracas, com A Serra a alcançar a sua pior audiência de sempre, abaixo do milhão de espectadores (10,0% / 24,7%), enquanto Amar Demais ficou-se muito longe dos dois dígitos de rating (7,9% / 18,8%).

Ao final da noite, a repetição de Mulheres bateu mínimos de rating e share (4,4% / 16,9%), com Tempo de Amar a assegurar uma liderança folgada (5,4% / 23,6%).

Outros destaques:

  • As manhãs sorriram para a SIC, com o Casa Feliz (4,1% / 21,3%) a vencer os rivais Dois às 10 (3,7% / 19,2%) e A Praça (2,3% / 12,4%), ainda que o programa apresentado por João Baião e Diana Chaves só tenha alcançado o primeiro lugar a partir das 11h10.
  • Nos noticiários do almoço, o Jornal da Uma marcou um mínimo de audiência média (4,8% / 16,7%), tendo ficado praticamente empatado com o Jornal da Tarde (4,9% / 16,6%). O Primeiro Jornal (7,3% / 25,7%) permaneceu isolado na liderança.
  • À tarde, Linha Aberta (4,5% / 20,4%) voltou a ficar a larga distância de A Única Mulher (3,0% / 13,6%), mas os talk-shows Júlia (3,6% / 15,4%) e Goucha (3,7% / 15,0%) permaneceram em grande equilíbrio e com lideranças alternadas.
Mais Artigos
Simone de Beauvoir
Simone de Beauvoir. O legado de uma pensadora feminista