david & miguel
David & Miguel | Fotografia: Renato Cruz Santos

À Escuta. David & Miguel e Bruno Pernadas são os destaques da semana

Nesta semana, o À Escuta, rubrica semanal que destaca os lançamentos musicais nacionais, distingue o mais recente clássico da música portuguesa, assinado por David (Bruno) & Miguel (Mike El Nite) e a primeira antecipação do novo disco de Bruno PernadasPrivate Reasons. Temos, ainda, os novos singles de Gisela João, Despirited SpiritsOs PunhaisElviraDiabo a Sete e Wet Bed Gang. SUBTERRÂNEOS, d’O GAJOGarrincha, de Quebec, são os mais recentes discos nacionais.

Para além dos lançamentos, salientamos ainda que a banda sonora de Sol Posto, o documentário-concerto de Capitão Fausto, e a performance Ao Vivo no Eléctrico, programa da RTP1, dos HMB, já estão disponíveis para escuta nas plataformas de streaming.

david & miguel
Palavras Cruzadas, novo disco de David & Miguel, sai no dia 23 de abril / Fotografia: Divulgação

Ode ao ‘Inatel‘, por David & Miguel

O tão esperado Palavras Cruzadas recebeu esta semana a primeira antevisão – ‘Inatel’ é a mais recente colaboração de David & Miguel (que já trabalharam juntos no clássico ‘Interveniente Acidental‘, do disco Miramar Confidencial). O groove é irreparável, o instrumental é dB escarrapachado, a guitarrada é histórica e o videoclipe grita verão extravaganza. ‘Inatel‘ é a canção de amor inesperada deste verão: “Vou-te levar ao Inatel / No meu Ford Fiesta Bo tem mel / Regularizo as cotas só por ti”.

No comunicado enviado à imprensa, David & Miguel contam que ‘Inatel‘ representa o “ritual de muitas famílias e casais do norte do país que arrancam em romaria para as águas quentes do Algarve“. A nostalgia de Portugal dos anos 2000, das tardes à beira da piscina e dos reencontros veranis nos Plage hotel são perfeitamente retratados.

David & Miguel reafirmam que qualquer produto pensado pela dupla subirá imediatamente ao patamar de clássico kitsch. A frescura de ‘Inatel‘, levada ao extremo pela guitarra de Marco Duarte, é mais uma prova desta glória.

Bruno Pernadas apresenta ‘Theme Vision

Theme Vision‘ é o primeiro avanço do disco Private Reasons, o terceiro de Bruno Pernadas, que estará disponível para escuta no dia 23 de abril. Uma “declaração imensa e definitiva da arte pop de Pernadas“, o disco “é uma compilação luminosa de histórias sonoras épicas que, por entre composições, arranjos e instrumentação pouco convencionais, nos revela em surdina o que podemos ouvir para além desta trilogia”. 

Theme Vision‘ é uma perfeita demonstração, epítome da descrição oferecida acima pela Culturgest. O jazz, a pop e a eletrónica misturam-se e confundem-se; os efeitos vocais e instrumentais que estabelecem a vibe onírica são protagonistas que regressam em Pernadas, que foi o responsável pela composição, letra, arranjos e produção.

Margarida Campelo, Francisca Cortesão, Nuno Lucas, João Correia e Diogo Duque fazem parte da banda, e podemos vê-los no videoclipe realizado por Pernadas e Jep Jorba, juntamente com Minji Kim e João Vaz Silva. A edição de Private Reasons está marcada para o dia 23 de abril.

PZ está ‘Em Paz na Minha Guerra

Acordo de manhã/Fico a olhar pó teto ou pó telemóvel/ Abro o Instagram, fecho o Facebook“. Parece familiar? Quem diria que o PZ e grande parte da população mundial tem a mesma rotina matinal. ‘Em Paz na Minha Guerra‘ narra a rotina monocórdica do protagonista que anseia o fim-de-semana para depois deixá-lo passar despercebido. Com o beat abanamos a cabeça, com a letra pensamos na insustentável leveza dos dias idênticos que se misturam e confundem.

O videoclipe rima com a canção e com o nome do próximo disco, Selfie-Destruction – gravado em selfie-mode, acompanhamos Paulo Zé, que vai realizando de pijama as tarefas que narra, sem nunca perder o tom (ou deixar cair o telemóvel).

JÁ NÃO CHORO POR TI’, o novo single de Gisela João

JÁ NÃO CHORO POR TI‘ é o novo single de Gisela João, sucessor de ‘LOUCA‘ e segunda canção da trilogia que será completada na próxima semana e cujos videoclipes juntos darão origem a uma curta-metragem. O mais recente single tem letra de Jorge Cruz, ex-vocalista de Diabo na Cruz, arranjos de Michael League, dos Snarky Puppy e é a segunda canção que conhecemos de AuRora, disco que tem data de edição marcada para o dia 9 de abril.

A canção é uma resposta a ‘Madrugada Sem Sono‘, o primeiro tema do disco de estreita de Gisela, onde canta “Na solidão a esperar-te/ Meu amor fora da lei/ Mordi meus lábios sem beijos/ Tive ciúmes, chorei”. Desde que o ouviu pela primeira vez, Jorge Cruz teve vontade de escrever um retorno – eis “Já não choro por ti/ Já não vou de rua em rua/ No encalce de quem, saiba dar notícia tua”.

Elvira apresenta ‘Foi Sem Querer’

Foi Sem Querer‘ é o segundo single de Elvira. A artista portuense já tinha apresentado ‘Sonho Azul‘ durante o ano passado e regressa agora com esta break-up song repleta de amor próprio e que mostra como, verdadeiramente, a imprevisibilidade é o primeiro mandamento do amor. Composta por harmonias pop e um refrão orelhudo, ‘Foi Sem Querer‘ é acompanhada por um videoclipe que celebra as amizades que não nos deixam nos momentos mais difíceis.

Elvira estreou-se no mundo da música com o projeto VIA, e durante a sua carreira já colaborou com Miguel Araújo Tiago Nacarato. Foi durante o confinamento que adotou o nome artístico Elvira, que herda da bisavó, cantora de ópera.

Lê também – Por todo o mundo, músicos protestam contra o Spotify

Estou a Mais‘ é o single de estreia de FIL

Filipe Carapeto é FIL, artista português que em 2018 criou a banda Bali e que se estreia a solo com ‘Estou a Mais‘, single de apresentação do primeiro disco Fractura, a editar em breve. As suas canções prometem adotar um cunho autobiográfico, e esta primeira canção é prova disto. Nela, FIL reflete sobre as divisões que se fizeram sentir na antiga banda, explorando os processos de embarcar numa aventura nova e a solo. O videoclipe, realizado por Bruno Soares,  também acompanha a premissa do tema, mostrando um Filipe solitário que percorre sozinho as ruas de uma Lisboa abandonada, numa tentativa de romper com o passado.

Split-Screen Vision‘ é o novo tema de Unsafe Space Garden

O novo tema de Unsafe Space Garden chama-se ‘Split-Screen Vision’ e é o primeiro single do disco Bro, You Got Something In Your Eye, a ser editado ao longo deste ano. Naturais da Penha, serra de Guimarães, os USG cantam “o musgo e o absurdo“. O psicadelismo punk não se escapa nem à melodia nem ao videoclipe, e as cores parecem ouvir-se entre cada dedilhada da guitarra.

As cores e a teatralidade estão certamente presentes nos dois primeiros discos do trio, Bubble BurstGuilty Measures, e o novo disco promete uma leveza mais pop que não se perde em devaneios e Split-Screen Vision é precisamente isso, subtileza punk-rock com toda a sobriedade de quem quebra as divisórias contraproducentes tão agarradas à Humanidade.

ROXO 07, a nova compilação do coletivo Monster Jinx

Beats viciantes, loops chistosos e samples memoráveis. É esta a santissíma trindade a que Monster Jinx já nos habituou. ROXO 07 é a sétima compilação Monster Jinx, que pretende mostrar aos ouvintes de que é feito o sangue que corre nas veias das partes deste label: do groove ao hip-hop, do mais clean ao grime, o ADN Monster Jinx une o diverso, quebrando barreiras de género e estilo.

Vasco Completo, Don Pie Pie, Raez, DarkSunn, J-K, Xando, Liquid, Stray, E.A.R.L., Ghost Wavves, Maria, NO FUTURE, MAF, OSEB e Sh33p. Com tantos nomes, era impossível linearidade, e ainda bem. Revitalização, celebração e contemplação estão por trás desta edição da compilação Monster Jinx, editada todos os anos em cassete.

Mira Quebec apresenta Garrincha

Garrincha é o quarto disco de originais de Mira Quebec, projeto a solo de José Pedro Caldas (Paraguaii), que pretende contemplar no plano etéreo os sons, as texturas e as nuances. Mais do que projeto, Mira Quebec é um processo de criação, repetição e aperfeiçoamento – em Garrincha, Mira Quebec esgota estas fases criativas para criar uma história fundada na sinestesia.

Os samples loops dão origem a um “emaranhado da criatividade eletrónica” e “o caminho é sinuoso mas leva-nos sempre ao cimo da montanha“. Ao longo das seis canções, Garrincha revela-se explorador, calmo e perplexo ao mesmo tempo. ‘Trust Issues‘ é o single que acompanha o disco e conta com videoclipe produzido por Pedro Barros a partir de restos de película 35mm.

Reverie‘ é o novo single de Dispirited Spirits

Reverie‘ é o primeiro single de antecipação do disco de estreia de Dispirited Spirits, projeto musical de Rodrigo Dias. O sucessor do tema ‘Negatives of the Moon (On a Moonless Night)’ é carregado por sintetizadores oníricos, guitarras vibrantes e harmonias etéreas que são preenchidos pela letra puramente existencial.

And the feeling dissipates / So I take off in the space and stay in“, canta Dispirited Spirits dando, novamente, protagonismo aos astros. A verdade é que “todos os elementos sonoros e líricos criados no seu quarto culminam em paisagens sonoras sui generis, que ecoam pelas profundezas do espaço sideral“.

Testes de Tédio‘, o novo single d’Os Punhais

Num videoclipe à la carpool karaoke intercalado com cenas de filmes como Baby Driver Once Upon a Time in Hollywood, Os Punhais apresentam a sua mais recente malha. Pop punk e auto-tune, 80’s e 90’s, batidas ocidentais e africanas – uma mistura deliciosa que culmina em ‘Testes de Tédio‘, uma canção onde o headbanging confinado é mais que bem-vindo.

Em ‘Testes de Tédio‘, Joel Silva (HMB) junta-se na bateria, fazendo quarteto com João EleutérioGonçalo GonzagaTiago Cavaco. O videoclipe de mais esta produção FlorCaveira foi realizado por Wesley Ferreira.