All Together Now
Fotografia: TVI/Instagram

All Together Now “não é o maior programa de talentos do mundo, mas é dinâmico”

A TVI estreou, no domingo (7), o All Together Now, novo programa de talentos do canal. O Fita Isoladora analisa este arranque com o seu painel habitual e o convidado Miguel Cunha dos Santos, que também analisou o primeiro episódio no EF.

Não é o maior programa de talentos do mundo (…), mas tem aquela grandiosidade por causa do painel de 100 jurados e pelo próprio estúdio. (…) A Cristina Ferreira esteve muito bem, não teve aquela postura de ‘este é um programa da Cristina, este é um programa que eu apresento’, foi mais ‘eu estou aqui, mas isto não é sobre mim’ e isto foi a postura correta“, defende Miguel.

Pedro Miguel Coelho sublinha que este é “um programa dinâmico, que entretém” e refere-o como “um programa feito para esta altura em que temos a nossa atenção dispersa por muitos ecrãs, porque está constantemente a dar estímulos aos espectadores“. “Gostei do facto de não ter intervalos, acho que foi um programa que conseguiu, do início ao fim, cativar de uma forma ligeira“, completa Tiago Serra Cunha.

Pela negativa, Miguel Cunha dos Santos refere “o pouco tempo” que fica para a atuação dos concorrentes, que tem uma duração de apenas um minuto e meio, e ainda a seleção do júri, que inclui “um padre, um chef de cozinha“, sublinhando que “qualquer pessoa consegue vibrar com música“, mas entendendo que “não faz sentido“. Pedro por seu lado critica em All Together Nowa falta de espaço para o silêncio” e João Malheiro considera que “não havendo uma narrativa muito forte por parte dos concorrentes e o formato em si ser muito à base de ‘vamos berrar para o pessoal se levantar‘”, isso pode ser um fator de desgaste.

K-drama e Festival da Canção também em foco no episódio

Neste episódio, os dramas coreanos, popularmente conhecidos por k-drama, também têm atenção, à margem da estreia da segunda temporada de Love Alarm na Netflix. Matilde Costa Alves, espectadora habitual de séries do género e editora do Espalha-Factos, vem comentar as especificidades das produções asiáticas.

A emissão do Festival da Canção em tempos de pandemia, com forte foco no digital, é também abordada no Fita Isoladora. Joana Martins, criadora de conteúdos digitais do lendário concurso, é a convidada do primeiro bloco do episódio.

Todos os episódios do Fita Isoladora estão disponíveis para audição e subscrição nas plataformas SpotifyApple PodcastsGoogle PodcastsAnchorBreaker e RadioPublic.

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
TVI
TVI aposta em ‘Roast’ a Toy para enfrentar novo programa de Bruno Nogueira