Teatro Nacional de São João
Foto: TNSJ

Desconfinamento. Livrarias reabrem esta segunda-feira, eventos culturais só em abril

O primeiro-ministro, António Costa, apresentou esta quinta-feira (11) o plano de desconfinamento faseado para o país. As livrarias serão os primeiros espaços associados ao setor da Cultura a abrir, já na próxima semana.

O segundo confinamento geral começa pouco e pouco a chegar ao fim, com o desagravar da situação epidemiológica em Portugal. “Os dados são claros: estamos abaixo do número de novos casos por 100 mil habitantes da linha de risco”, afirmou o primeiro-ministro. O dever de ficar em casa manter-se-á até à Páscoa, com um lento e rigoroso conjunto de aberturas faseadas até dia 3 de maio.

No que ao setor da Cultura, um dos mais afetados desde o início da pandemia, diz respeito, serão precisamente as livrarias as primeiras a reabrir, juntamente com as bibliotecas e os arquivos, no próximo dia 15.  De recordar que a venda de livros era já uma possibilidade em grandes superfícies comerciais, como supermercados, o que gerou duras críticas por parte dos livreiros, que permaneciam sem uma perspectiva de retoma da sua atividade.

Cerca de três semanas depois, a 5 de abril, será a vez dos museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares. No entanto, o setor sentirá efetivamente o seu desconfinamento sensivelmente daqui a um mês, a 19 de abril. Esta data marca o regresso dos cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculos. Na última data revelada por António Costa, a 3 de maio, é referida a possibilidade da realização de grandes eventos exteriores, bem como eventos interiores com diminuição de lotação.

O primeiro-ministro deixou claro que estas medidas serão revistas sempre que o país ultrapassar os “120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias” ou sempre que o índice de transmissibilidade ultrapasse o 1. O processo de reabertura apresenta-se então como “gradual e sujeito a uma reavaliação quinzenal de acordo com a avaliação de risco”, completa.

Lê também: Setor da Cultura pede pelo menos 2.5% da ‘bazuca’ europeia

Amanhã, dia 12, vários dos ministros do executivo, entre os quais a ministra da Cultura, Graça Fonseca, vão também realizar conferências de imprensa onde apresentarão as especificidades de cada setor e um conjunto suplementar de medidas de apoio para estes profissionais.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Ana Moura
Ana Moura deixa editora e agência. Fãs “vão poder participar sobre os direitos das minhas músicas”