A Máscara Final

‘A Máscara’: Tudo o que sabemos sobre quem se esconde atrás dos disfarces

O palco de A Máscara vai receber as últimas atuações dos concorrentes mascarados na grande final, que se realiza este domingo, 7 de março. Lobo, Coruja e Coelho são os três grandes finalistas e o Espalha-Factos diz-te tudo o que já sabemos sobre os concorrentes.

A segunda temporada do formato da estação de Paço de Arcos foi para o ar a dar as boas-vindas ao novo ano, no dia 1 de janeiro, com uma estreia que se prolongou até ao dia 3. No programa mais misterioso da televisão portuguesa, conhecemos máscaras que escondiam a identidade de celebridades que fomos descobrindo ao longo das várias galas, por entre momentos de carinho, diversão e atuações fantásticas.

Até à semifinal, que decorreu no passado domingo (21), vimos tirar a cabeça os famosos Luís Represas, na pele do Robô, a judoca Telma Monteiro, que se escondia por detrás do Lagostim, Filipa Nascimento, dentro da Abelha, Adelaide Ferreira, escondida na máscara do Bulldog Francês, e Mónica Sintra, que atuava como o Tigre. Foram ainda descobertos Noémia Costa, que vestiu a máscara de Árvore, Rui Santos, dentro do Gelado, o ator Bruno Cabrerizo, que se escondia dentro da Banana e Xana Abreu, que encarnava o Dinossauro. Na última gala desvendou-se a identidade da celebridade que vestia o disfarce de Unicórnio, que se tratava da cantora April Ivy.

Durante o percurdo de A Máscara, surgiram ainda quatro personalidades que animaram as galas com o disfarce do Camaleão. Dentro do famoso animal, estiveram a fadista Cuca Roseta, os cantores Emanuel e Vitor Kley, e a apresentadora, atriz e modelo Cláudia Vieira.

Depois de conquistarem o amor do público e dos investigadores César Mourão, Carolina Loureiro, Sónia Tavares e Jorge Corrula, os mascarados que estão na final do formato são o Lobo, a Coruja e o Coelho. Recorda abaixo tudo o que sabemos sobre os três grandes finalistas do programa da SIC.

Anterior
Próximo

O Lobo

A Máscara
A atuação do Lobo foi elogiada pelo painel de investigadores. Imagem: Tiago Caramujo/SIC

No primeiro episódio de A Máscara, o Lobo apresentou-se como um animal “idolatrado por uns, temido por outros”. Para além disso, revelou ser alguém que dá tudo a 100% ou então nem se dá ao trabalho de entrar. Durante a apresentação, o mascarado adiantou ainda que chegou a ter um “beef” com a Capuchinho Vermelho, tudo por ela ser “aldrabona, falsa, mentirosa, desleal, impostora e charlatã”.

Após ouvirem uma interpretação de ‘Bad’, de Michael Jackson, os quatro investigadores deram os seus palpites. Apesar de afirmar ser um jovem, mas não se tratar de um cantor, Sónia Tavares não apresentou qualquer palpite. Já os restantes colegas avançaram nomes como Bruno de CarvalhoJosé Mata José Fidalgo.

Ao longo dos vários episódios do formato, o Lobo foi captando a atenção e o apreço do público e dos investigadores, ao mesmo tempo que atirava algumas pistas. Entre estas destacam-se pontos chave como o facto de se tratar de uma pessoa que já praticou futebol, natação e rugby e que está sempre pronta a “fincar o dente” em qualquer tipo de carne de caça, seja ela coelho, ganso, perdiz, faisão, ou até mesmo uma garça. Ainda no decorrer das galas, o canídeo revelou ter uma paixão escondida pela música pimba e um talento fora do comum para a matemática.

No sexto episódio, a celebridade mascarada demonstrou ter alguns problemas com incenso e já ter feito parte de um gang. Nas noites que se seguiram, ficamos a saber que este personagem era Lobo já em criança e convivia numa animada alcateia. A acrescentar, o concorrente adiantou que começou a atuar em bares e que esta é apenas mais uma máscara que se junta à sua vida.

Lobo A Máscara
Fotografia: Tiago Caramujo/SIC

Em termos de pistas extra, ao longo do programa o Lobo apresentou uma guitarra como grande companheira e ofereceu uma pulseira com a palavra “Ídolo” a Sónia Tavares. Para além disso, contou ainda aos investigadores duas verdades e uma mentira sobre si, com afirmações que incluem já ter cantado em Macau, ter atuado com uma cantora de uma banda internacional e já ter brilhado num coliseu e no Rock in Rio.

Nos últimos dois episódios, o mascarado destacou-se como multifacetado e recordou o nome de cidades pelas quais já passou o Festival da Eurovisão — Estocolmo, Düsseldorf, Viena, Malmö, Kiev, Lisboa, Baku, Telavive e Copenhaga —, numa espécie de cartaz. Ainda animados com o som de ‘Whenever, Whenever’, os investigadores apontaram os palpites maioritariamente para Pedro Granger. Será que é este o famoso que se esconde por detrás desta máscara canina? O Espalha-Factos foi à procura de confirmação das pistas.

A Coruja

Fotografia: Tiago Caramujo/SIC

No dia 1 de janeiro, a Coruja aterrou no palco da Máscara como “uma diva esvoaçante”, um “ser poderoso e deslumbrante”. Ao longo das galas, podemos realmente perceber que é na música que a concorrente encontra toda a felicidade, já tendo até feito sucesso na “terra do sol nascente”, o Japão. No entanto, não escondeu outras paixões, como a vocação para cabeleireiro ou barbeiro.

Não tivesse esta celebridade uma grande capacidade vocal, não iriam os quatro investigadores ficar tão baralhados até quanto ao seu género. De facto, chegaram a ser até apontados os nomes de Nuno GomesJorge JesusPaulo FutreTeresa Salgueiro Wanda Stuart. O grande talento já permitiu também a esta Coruja cantar para a maior fadista de sempre, Amália Rodrigues, e ter ao seu lado o “rei das guitarradas, senhor soberano da boa música portuguesa”, Rui Veloso.

Estrela multifacetada “ave de mil ofícios” dá-se especialmente bem no palco, seja num musical, cabaret, ópera, teatro ou dança. No entanto, um animal que dorme muito pouco acaba por ter os seus lapsos de memória, e este até já se esqueceu do que ia dizer em plena atuação. Mesmo assim, a ave não fica parada e “em nome da arte”, bate as asas atrás dos seus sonhos. Por outro lado, também aprecia um bom espetáculo, seja em cena ou nos bastidores.

Como qualquer Coruja, também esta tem as suas presas, que revela estarem “bem melhor na segurança de uma gaiola”. Contudo, as preferidas do animal são as estrelas, e até uma em particular. Porém, as presas terrenas desta celebridade mascarada podem estar descansadas, porque é a voar no alto que este predador é realmente feliz.

Fotografia: Tiago Caramujo/SIC

Qual ave preocupada com a aparência, esta Coruja é grande apreciadora de cremes anti-rugas e até já endireitou o bico e deu um jeitinho ao peito. Na verdade, a fórmula parece ter resultado, uma vez que a ave recebe “milhares de cartas de amor” todas as semanas.

Em termos de pistas extra, ao longo do programa a Coruja ofereceu uma pulseira com a palavra “Beijo” a Sónia Tavares. Para além disso, contou ainda aos investigadores duas verdades e uma mentira sobre si, com afirmações que incluem já ter pertencido a um rancho folclórico infantil, onde já cantava e dançava, ter cantado no Olympia de Paris e o facto de se tratar de uma Coruja casada.

Completamente rendidos a esta concorrente, que dizem apresentar as melhores atuações de sempre do formato, os quatro investigadores estão certos de que o famoso que se esconde atrás da máscara é o cantor e bailarino Nuno Guerreiro. Será que estão certos? O Espalha-Factos foi à procura de confirmação das pistas para ti.

 

O Coelho

Fotografia: Tiago Caramujo/SIC

A saltar para o palco da Máscara, o Coelho apresentou-se como um animal urbano “gingão” “matreiro”, mas também com “alta vibe”, um bicho que frequenta clubs, discotecas, boates, danceterias e pistódances. Com um bom sotaque e toda esta energia positiva, o mascarado rapidamente entusiasmou os investigadores, que apresentaram palpites como Bruno NogueiraRui UnasNuno Lopes Ivo Canelas.

Ao longo do tempo, a celebridade foi abrindo o leque de pistas e revelou dar-se muito bem em palco e a improvisar. Quanto a paixões, afirma que, apesar de a música o fazer sentir “meeeesmo muito bem”, é a Sétima Arte que mais o preenche. No entanto, o disfarçado ainda não preencheu uma mão de filmes. A estes amores, acrescenta-se ainda um gosto enorme por fruta, como morangos com açúcar por cima.

Por detrás deste disfarce de coelhinho que gosta de “saltitar por entre campos e flores”, há um bicho mais matreiro que tem“jeito para andar à bulha”, com um “gancho de esquerda e um de direita”. Por isso, não vão querer desafiar este famoso para um combate mano a mano”. Apesar de tudo, o Coelho revela: “sou simplesmente eu. Nada mais que isso”.

Como ele próprio revelou, talento não falta a este animal. Para além da representação, tem umas orelhas que são “poderosas máquinas de afinação musical” e a sua “cara laroca” faz com que seja várias vezes requisitado para posar. Para além disso, também sabe nadar e adianta que já bebeu “muita água do mar salgado”. No ramo do desporto, também apresenta potencial, com “boa técnica, excelente sentido tático, bom posicionamento, com passe certeiro e com uma colocação de remate que é o terror de qualquer guarda-redes”. Começou cedo, adianta, no Real, mas não no de Madrid.

Fotografia: Tiago Caramujo/SIC

O Coelho nada, mas não voa. Se o faz, é a bordo do par de boings 747 que diz já ter possuído. Mas é no chão que o animal apresenta toda a sua energia, que diz ser incrível, de tal modo que chega a trabalhar até “altas horas da noite”Com tanto empenho, seria de esperar que já tivesse trabalhado com algum dos investigadores, e a verdade é que o bicho saltitão revela que trabalhou “não há muito tempo” com Jorge Corrula.

Em termos de pistas extra, ao longo do programa o Coelho ofereceu uma pulseira com a palavra “Casa” a Carolina Loureiro. Para além disso, contou ainda aos investigadores duas verdades e uma mentira sobre si, com afirmações que incluem já ter sido capitão de equipa, gostar de dançar com a sua “coelhinha” — que chegou a revelar ser 100% portuguesa — e o facto de já ter feito rádio.

Como qualquer outro Coelho, este tem os dentes bem afiados e o mascarado adianta que “não seria a primeira vez que os usava para morder alguém”. De facto, o famoso mascarado parece ter fincado os dentes nos investigadores, que se demonstram grandes fãs do animal. Na última gala, depois de o ouvirem cantar ‘Come As You Are’, os investigadores apontaram os palpites maioritariamente para António Camelier. Será que é este o famoso que se esconde por detrás desta máscara? O Espalha-Factos foi à procura de confirmação das pistas.

Mais Artigos
Princípio, Meio e Fim
Crítica. ‘Princípio, Meio e Fim’ é uma ode à criatividade