Eurovisão
Fotografia: Pedro Pina/RTP

Eurovisão 2021. Canal italiano propõe atuação de artistas que iriam à edição de 2020

A ideia foi recusada pela organização do festival europeu.

Com o cancelamento da edição de 2020, os artistas selecionados para esse ano não puderam representar o seu país no Festival Eurovisão da Canção. A estação italiana RAI propôs à União Europeia de Radiodifusão (UER/EBU) um convite aos não voltaram a ser selecionados para atuar na cerimónia deste ano.

O pedido foi revelado por Claudio Fasulo, supervisor executivo do reconhecido Festival de Sanremo, que funciona como seleção italiana para a Eurovisão, durante uma conferência de imprensa esta segunda-feira (1).

Segundo o jornalista da RAI Eddy Anselmi, a emissora italiana pediu à organização para convidar Diodato (representante de Itália em 2020) e os outros artistas que este ano não regressam ao certame para uma atuação como interval act. Fasulo explica que a EBU e as emissoras NOS/NPO/AVROTROS recusaram a ideia.

A maioria dos artistas de 2020 está de regresso, mas nem todos

Uma grande parte das emissoras voltou a apostar nos nomes escolhidos para a edição do ano passado, de forma a dar oportunidade a estes artistas de pisar o palco da Eurovisão. Em alguns casos a seleção interna manteve-se, noutros foram convidados a participar novamente nas seleções nacionais entre outros candidatos.

Em 11 países, no entanto, cada delegação decidiu realizar uma nova escolha interna ou uma edição totalmente nova do festival nacional que escolhe o seu representante. Além de Portugal, em que Elisa, que iria interpretar ‘Medo de Sentir’, tema composto por Marta Carvalho, não regressou ao Festival da Canção, estes países escolheram nova canção e artista:

  • Albânia – Arilena Ara
  • Alemanha – Ben Dolic
  • Bielorrússia – VAL
  • Croácia – Damir Kedzo
  • Chipre – Sandro
  • Dinamarca – Ben & Tan
  • Finlândia – Aksel
  • França – Tom Leeb
  • Itália – Diodato
  • Noruega – Ulrikke

As canções escolhidas para 2020 foram homenageadas no Europe Shine a Light, emissão especial que foi para o ar em maio, no dia em que aconteceria a Grande Final da edição cancelada de 2020.

Artistas vão poder atuar ao vivo a partir de Roterdão

A EBU anunciou esta terça-feira (2) o novo plano de segurança sanitária, que prevê que os 41 representantes a concurso possam atuar em direto a partir de Roterdão, nos Países Baixos. Para a realização do festival, as emissoras NOS/NPO/AVROTROS, em conjunto com a EBU, garantem medidas de higiene e segurança, uso de máscara protetora, ventilação apropriada e uma capacidade de testagem alargada e extensiva com elevada regularidade.

Festival Eurovisão da Canção 2021 acontece nos dias 18, 20 e 22 de maio, em Roterdão, nos Países Baixos. Os apresentadores, o design do palco e o slogan – Open Up – previstos para a edição do ano passado mantêm-se inalterados. Serão 41 países a concurso, entre os quais Portugal, que já está em busca de representante – a final do Festival da Canção acontece este sábado, 6 de março.

Espalha-Factos continua a acompanhar todas as novidades do concurso, bem como da Eurovisão, num podcast especial, o EFVisão. Ouve o último noticiário semanal:

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
princípio meio e fim bruno nogueira
‘Princípio, Meio e Fim’. Conhece as personagens do novo programa de Bruno Nogueira