RTP
Fotografia: RTP/Divulgação

‘Matilha’. Série derivada de ‘Sul’ é a nova aposta da RTP1

O spin-off de 'Sul' já está em desenvolvimento, com estreia prevista para este ano.

Sul, uma das mais recentes apostas de sucesso da RTP1 vai ter um spin-off. Matilha, é o nome escolhido para este novo capitulo da série, que continuará a história original. As gravações estão previstas para breve e a estreia deverá acontecer ainda este ano. Afonso Pimentel e Margarida Vila-Nova serão os protagonistas.

Ao longo de oito capítulos, será possível acompanhar o dia a dia de Matilha (Afonso Pimentel), que se encontra agora numa tentativa de redenção. Luta para manter o seu namoro, enquanto tenta sair da vida de marginal. Porém, esta tentativa de reabilitação não corre como o esperado e tudo começa a correr mal.

Em declarações ao Fantastic TV, Edgar Medina, produtor do projeto, confirmou que se trata de uma continuação do projeto estreado em 2019 na RTP: “Matilha é um spin-off de Sul. Os personagens principais são agora Matilha e Mafalda”, explicou.

Na equipa de argumento, para além de Edgar Medina, encontra-se também Guilherme Mendonça, Rui Cardoso Martins e Patrícia Müller. Jorge Henrique Fonseca será o realizador responsável pelo projeto.

Sul pode ser revista em streaming

Sul é um policial que convoca tanto o imaginário de filmes de Série B, como o universo literário de Manuel Vásquez Montalbán ou Rubem Fonseca. Apresenta-nos a história de um inspetor da Polícia Judiciária que investiga um conjunto de mortes suspeitas no Rio Tejo. Atualmente, pode ser vista na RTP Play e na HBO Portugal.

Com produção da Arquipélago FilmesSul apresenta “um inspetor da Polícia Judiciária, niilista e socialmente incapaz” com a missão de investigar um conjunto de mortes suspeitas no rio Tejo. O ambiente criminal mistura-se com “um país angustiado por uma forte crise económica e social” que se faz sentir e que agita a sociedade portuguesa. Na mesma altura, “Vítor Gaspar demite-se. Portas anuncia uma saída ‘irrevogável’” e “a investigação conduz-nos numa viagem alucinada às igrejas evangelistas da Grande Lisboa, aos escritórios de advogados influentes, ao poder político, a bancos falidos e branqueamento de capitais“.

RTP
Fotografia: RTP/Divulgação

A série foi inicialmente apresentada na Berlinale – Festival Internacional de Cinema de Berlim, em 2018 e tem no elenco nomes como Adriano Luz (Humberto), Jani Zhao (Alice), Ivo Canelas (Pastor Santoro), Nuno Lopes (inspetor Ribeiro) e Miguel Guilherme (Dário Monteiro).

De recordar que a RTP tem neste momento diversas apostas para a ficção nacional em desenvolvimento, incluindo uma segunda temporada de Auga Seca e a coprodução de Glória, a primeira série portuguesa da Netflix. De acordo com a Direção de Programas, liderada por José Fragoso, o objetivo é criar novos produtos que sejam transversais a várias plataformas, incluindo os serviços de streaming.

Mais Artigos
Êta Mundo Bom é uma das novelas de fim de tarde da SIC
Audiências. ‘Êta Mundo Bom!’ e ‘Viver a Vida’ dominam e levam Cristina a mínimos