HIENA

Entrevista. Humor Hiena: o projeto da boa disposição

Foi da forte necessidade de dar protagonismo ao humor em Portugal, que nasceu o projeto  HIENA. Esta comunidade dedicada ao Humor foi criada há três anos e tem vindo a marcar o seu lugar como um importante meio de divulgação do que de melhor se faz, não só a nível nacional mas também internacional. O Espalha-Factos esteve à conversa com a HIENA, e ficamos a conhecer melhor este projeto que quer deixar todos com uma boa disposição.

Divulgação de espetáculos, novos artistas e até entrevistas, os Humor Hiena, como são também conhecidos, estão sempre em cima do acontecimento e prontos a dar a conhecer o melhor do humor. Para além disso, este ano contam ainda com a segunda edição dos Prémios HIENA. Uma gala informal que elege o que de melhor se fez na comédia no ano que passou.

Como surgiu esta ideia de criar uma comunidade dedicada ao humor? 

A HIENA surge há cerca de três anos e surge a partir de um certo vazio, de um certo “olhar para o lado” que notámos da parte da comunicação social em relação ao humor e em especial em relação à stand-up comedy. Começa, inicialmente, como uma plataforma para partilhar fotografias que íamos tirando em espetáculos de stand-up ou noites de comédia em bares e avança, naturalmente, como uma plataforma de convergência e divulgação de tudo o que se passa no humor nacional: quem são os novos talentos e que projetos lançam, onde é possível ver stand-up ao vivo ou por que cidades passam os humoristas favoritos do público.

Como é que acham que tem sido recebida esta ideia, tanto por parte do público como por parte dos próprios profissionais? 

O feedback tem sido 100% positivo. É impressionante, por acaso. Recebemos sugestões, claro. Pedem-nos por vezes para darmos mais destaque aos humoristas de uma ou outra cidade, ou para melhorarmos algo no nosso site, e agradecemos todas elas. Tanto para o público como para os profissionais parece-nos que é útil que exista um meio agregador das novidades no meio.

Já agora porquê o nome Humor Hiena

A discussão prende-se, em primeiro lugar, se é Humor Hiena (o username do Instagram e o domínio do site) ou apenas a HIENA, como sempre foi intencionado [risos]. No fundo, tanto nos faz, mas preferimos abordar o projeto como a HIENA, precisamente pela ideia original de ser apenas uma palavra, simples e imediata, relacionada com o riso.

Na vossa página dizem que o Humor Hiena foi criado para “contrariar a tendência dos media em desviar da comédia os holofotes”. Porque acham que tal acontece? É o humor marginalizado em Portugal? 

Acreditamos nisso, mas também podemos ser mal interpretados. O humor sempre teve um lugar de destaque nos media tradicionais: o horário nobre nas rádios, por exemplo, conta sempre com rubricas de humor, seja qual for a rádio. Basta vermos o que acontece neste momento. Quase todos os nomes de topo da comédia nacional estão habitualmente nas principais rádios do país: Ricardo Araújo Pereira e Nuno Markl na Rádio Comercial, Bruno Nogueira e João Quadros na TSF, Salvador Martinha e Luís Franco-Bastos na RFM, por exemplo… e talkshows bem humorados continuam bem posicionados nas grelhas televisivas, como o Cá Por Casa ou o 5 Para a Meia-Noite. Mas o mesmo não acontece com a stand-up comedy, apesar de serem várias as tours que enchem salas pelo país. Qualquer grande talkshow norte-americano conta, inúmeras vezes, com números de stand-up, tal como conta com atuações musicais… em Portugal só as últimas acontecem, não sei porquê. Várias salas de espetáculo pelo país ainda torcem o nariz perante a possibilidade de incluírem espetáculos de stand-up nas suas programações. Não faltam bares pelo país com vontade de terem uma “noite de stand-up”, mas que não fazem o esforço por prepararem o espaço para receberem os humoristas, nem de educar o seu público para o que vão ver… nem estão preocupados em pagar decentemente aos artistas que convidam. Já avançamos muito, mas ainda há muito caminho para fazer.

Acreditam que a HIENA possa ser o que está a faltar à comédia ? 

Talvez, sim, no que à coesão do meio diz respeito. No sentido em que somos a única plataforma que aglomera o máximo de informação acerca de eventos e projetos humorísticos pelo país. Precisamos de mais meios e pessoas, e estamos a trabalhar nesse sentido. É bom para a indústria (ou para a formação de uma) que seja pública e de fácil acesso a informação sobre as dinâmicas do meio e sobre quem são os seus agentes. Os Prémios HIENA são um bom exemplo de algo que, na nossa opinião, faltava à comédia: uma “gala” que não se leva demasiado a sério, mas que celebra – com a participação dos fãs – os projetos e os agentes do humor que mais se destacaram em cada ano.

O que são os Prémios HIENA?

Os Prémios HIENA tiveram a sua única edição, inteiramente online, no final de 2018, premiando o que de melhor se fez na comédia nesse mesmo ano. Decidimos retomar este ano, em grande, com uma gala presencial, estatuetas à medida, apresentações de alto gabarito… mas a pandemia não veio ajudar nos planos. Mas os Prémios vão acontecer! As certezas, para já, é que vão acontecer algures até ao final de março, em direto no nosso site, e o público vai voltar a ter destaque nas decisões em categorias diversas e que abrangem desde espetáculos de stand-up ao vivo, até Televisão, Rádio e, claro, projetos digitais. Convidamos o público a deixar o seu email em humorhiena.pt/premios-hiena-2021 para conhecer em primeira mão os nomeados e os métodos de votação.

E como são escolhidos os vencedores?

A HIENA convidou sete jurados que consideramos estarem informados sobre o estado atual da comédia portuguesa e que incluem, por exemplo, o Pedro Boucherie Mendes, atual Diretor de Planeamento Estratégico da SIC e Diretor da SIC Radical, o jornalista da TSF Hugo Neutel, o autor do podcast Humor à Primeira Vista, Gustavo Carvalho ou o Dino Gomes, Diretor de Programação do Teatro Sá da Bandeira. Este grupo concebeu listas consideráveis de nomes e projetos que se destacaram em várias áreas e o público vai poder votar nos seus favoritos, no nosso site. Os vencedores serão anunciados em direto, também no nosso site, em data a anunciar.

Como é que se têm adaptado a estes tempos de pandemia? 

Bem, na verdade. Sempre fomos uma plataforma digital, e o tempo em casa só ajudou a que o site, por exemplo, fosse lançado mais cedo. Os Prémios HIENA tiveram de sofrer várias alterações na sua produção e outros projetos tiveram de ser adiados, mas nada comparado com os artistas que perderam rendimentos significativos, claro.

O Humor Hiena fez há pouco tempo uma entrevista a Nuno Markl. Que outros grandes nomes da comédia gostariam de entrevistar? 

[Risos] Todos, nacionais e internacionais! Estamos a preparar um conjunto de reportagens que provavelmente responderá a essa questão em breve.

Com cobertura de espetáculos, entrevistas e divulgação de espetáculos, que mais quer o Humor Hiena explorar no futuro?

Talvez o futuro passe pela curadoria e ou produção de noites de stand-up, com foco em nomes sólidos, mas sobretudo em novos talentos em que acreditamos, o que sempre foi o nosso mote.

Lê também: ‘A Serra’ quer trazer “o que Portugal de melhor tem”

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Audiências Porto x Chelsea
Audiências. FC Porto volta a puxar TVI para a liderança