Woody Allen
Fotografia D.R.

HBO recusa remover os filmes de Woody Allen da plataforma

A plataforma de streaming decidiu manter os filmes do realizador acusado de abuso sexual

A HBO vai manter os filmes de Woody Allen no catálogo das suas plataformas de streaming. A decisão feita pela plataforma gera polémica, na mesma altura em que estreou o documentário Allen v. Farrow.

Estes títulos permanecerão disponíveis na biblioteca para permitir aos espectadores tomar as suas próprias decisões informadas sobre o visionamento da obra“. Foi esta a decisão da HBO sobre a permanência dos filmes de Woody Allen no catálogo da sua plataforma de streaming.

Em declarações feitas ao The Wrap, a HBO defendeu que os utilizadores da plataforma têm a capacidade de escolher se deverão ver ou não os conteúdos de Allen. Esta decisão veio criar uma onda de indignação, principalmente depois da estreia na passada segunda-feira (22), do documentário Allen v. Farrow.

O documentário, que está dividido em quatro partes, analisa a polémica acusação de abuso sexual feita contra Woody Allen pela filha Dylan Farrow, quando esta tinha 7 anos. Este tem sido um escândalo que tem persistido ao longo dos anos, no entanto sem qualquer consequência negativa para o realizador e ator.

Depois da decisão da HBO, foram várias as vozes que se fizeram ouvir em contestação. “O privilégio branco é deixar Woody Allen manter os seus filmes disponíveis na HBO Max, enquanto esta faz um documentário sobre o seu alegado abuso sexual. Ele está a recolher um cheque, enquanto simultaneamente é exposto na mesma plataforma. Que nojo”, considerou o jornalista e CEO da Ernest Media Empire, Ernest Owens.

Scoop, Broadway Danny Rose, Shadows and Fog, Radio Days, Another Woman e September são os filmes de Woody Allen que a HBO decidiu manter disponíveis para os clientes norte-americanos, sendo que cinco deles contam também com a presença de Mia Farrow.

Allen v. Farrow foi produzido por Amy Zieringn e Kirby Dick, e está dividido em quatro partes. Os restantes episódios irão estrear sempre às segundas-feiras em Portugal.

Mais Artigos
Marta Massada, professora universitária e médica, será nova comentadora do Trio d'Ataque
‘Trio de Ataque’. Debate futebolístico terá mulher comentadora pela primeira vez