José Condessa e Bárbara Branco em Bem Me Quer
Fotografia: Divulgação

‘Bem Me Quer’ bate recorde em dia de empate entre TVI e SIC

Esta sexta (19), Bem Me Quer teve o maior número de espectadores desde que estreou, em outubro de 2020. Este foi também um dia insólito no que a audiências diz respeito, com um empate entre as duas estações privadas.

O dia não tinha nenhuma alteração de programação em especial que o pudesse fazer muito diferente de qualquer outro, mas os resultados do dia revelaram-se incomuns. TVI e SIC empataram na quota do dia, com uma vantagem milimétrica do canal de Queluz.

A estação liderada por Cristina Ferreira e Nuno Santos marcou 19% de share, com uma audiência média ao longo do dia de 471.600 espectadores, contra 470.600 da concorrente de Paço de Arcos.

No entanto, apesar do recorde de Bem Me Quer, não foi isso que foi determinante para a liderança da TVI. A novela protagonizada por José Condessa, Bárbara Branco e Kelly Bailey marcou 13,1% de audiência média e 22,5% de share, mas não conseguiu superar Amor, Amor. A telenovela da SIC chegou a 14,5% de audiência e 24,8% de share, mantendo a liderança do dia.

No horário nobre, mesmo com o crescimento de Bem Me Quer, a vantagem foi quase sempre da SIC. Jornal da Noite (13% / 22,2%) só se deixou ultrapassar pelo Jornal das 8 (11,9% / 20,4%) durante alguns minutos, Terra Brava (13,2% / 26,9%) bateu Amar Demais (9,4% / 21,7%). Tempo de Amar (8,8% / 21,4%) mesmo tendo perdido contra a novela da TVI, registou a audiência mais alta da semana. Golpe de Sorte (7% / 21,4%) foi também líder.

‘Daytime’ tramou SIC

O daytime, que durante toda a semana foi repleto de vantagem da SIC, não correu bem no último dia útil. Casa Feliz (4,1% / 17,9%) deslizou de manhã e viu Dois às 10 (4,7% / 20,6%) chegar ao primeiro lugar. Antes disso, Esta Manhã (1,5% / 13,8%) já tinha dado que fazer ao Bom Dia Portugal (1,4% / 15,2%), da RTP1.

Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos Dois às 10
Fotografia: Dois às 10 / Instagram

O Primeiro Jornal (8,4% / 24,3%) conseguiu liderar frente ao Jornal da Uma (6,6% / 19,3%) e ao Jornal da Tarde (4,7% / 13,2%), mas o público não se aguentou muito tempo pelos lados da SIC e voltou a escolher a TVI logo a seguir ao almoço, com A Única Mulher (5,1% / 17,3%) e Destinos Cruzados (5,1% / 17,4%) a empurrarem Linha Aberta (3,9% / 13,3%) para o pior resultado do ano. A RTP1 continua a léguas ao exibir Filha da Lei (2,3% / 7,6%) e Os Nossos Dias (1,7% / 5,9%).

O mau resultado de Linha Aberta penalizou Júlia (4,2% / 13,4%), que viu Goucha (5,7% / 18,6%) a distância considerável. A Nossa Tarde (2,3% / 7,6%) teve praticamente metade da audiência da segunda classificada.

As novelas brasileiras Viver a Vida (9,3% / 21,2%) e Êta Mundo Bom! (12,2% / 21,4%) voltaram a trazer o primeiro lugar para a SIC, confirmando a boa fase da ficção tupiniquim. O Preço Certo (10,5% / 20,1%) e Big Brother – Diário (10% / 19,1%) ficaram mais próximos entre si do que tem sido costume.

Outros destaques

  • Totalmente Demais (5% / 19,8%) perdeu contra Big Brother: Extra (4,7% / 21,2%).
  • A estreia do telefilme Miss Beijo, na RTP1, marcou 2,2% de audiência média e 4,9% de share.
  • A diferença entre SIC e TVI está em 1,9 pontos percentuais nos primeiros 19 dias de fevereiro: 19,3% para a SIC e 17,4% para a TVI. A líder sobe 0,3 pontos percentuais face a janeiro, enquanto a vice salta 0,6.
Mais Artigos
Personagem negra de ‘Os Simpsons’ já não terá a voz de ator branco