2020
Fotografia: Netflix/Divulgação

Netflix disponibiliza ‘Os 7 de Chicago’ gratuitamente por 48 horas

A iniciativa celebra o 51.º aniversário do julgamento que inspirou o filme.

Para assinalar o 51.º aniversário do veredito do julgamento que inspirou Os 7 de Chicago, escrito e realizado por Aaron Sorkin, a Netflix disponibiliza o filme gratuitamente por 48 horas no seu canal do YouTube.

O filme está disponível desde as oito da manhã desta sexta-feira (19) e ficará disponível até à mesma hora de domingo, dia 21 fevereiro. A longa-metragem completa, que tem restrição de idade devido a material sensível, pode ser vista aqui.

A Netflix não fornece legendas em português no seu canal de YouTube, apenas em alemão, inglês, francês, espanhol, latino-espanhol, italiano, coreano e japonês. Contudo, a plataforma tem a opção de traduzir as legendas para outra língua.

O filme conta a história verídica de um julgamento que envolveu sete ativistas norte-americanos, depois de terem sido organizado vários protestos contra a Guerra do Vietname na cidade de Chicago, durante uma convenção nacional do Partido Democrata dos Estados Unidos. Durante o protesto, as forças policiais entraram em confronto com os manifestantes, que organizaram uma manifestação pacífica. No entanto, são os manifestantes que são acusados de terem começado os motins, ao invés da polícia.

Adicionalmente, a justiça entende que o líder do grupo Black Panthers também estava envolvido nos motins, pelo que é julgado em conjunto com estes ativistas, pois foi acusado de matar um polícia. A narrativa conta o desenrolar de eventos durante a manifestação, à medida que os sete ativistas e o líder dos Black Panthers são julgados.

O filme conta com um elenco de luxo, com nomes como Eddie RedmayneSacha Baron CohenMichael Keaton, Josepeh Gordon-Levitt e Yahya Abdul-Mateeen II, no papel de Bobby Seale, líder dos Black Panthers.

Aaron Sorkin, que foi galardoado com o Óscar para Melhor Argumento Adaptado, pelo filme A Rede Social, escreveu e realizou o filme. Sorkin escreveu no seu blogue que o filme “lembra os verdadeiros patriotas que inspiraram uma geração – na verdade, gerações – para tomar conta das ruas e relembrar a fundação da constituição dos Estados Unidos, assim como as vozes corajosas que continuam a fazer o mesmo nos dias de hoje“. O argumentista e realizador acrescenta que “é uma honra partilhar esta história“.

O filme está nomeado para quatro Globos de Ouro, incluindo Melhor Filme DramáticoMelhor Ator Secundário em Cinema, para Sacha Baron Cohen.

Mais Artigos
post malone
Post Malone dá concerto virtual para celebrar 25 anos de Pokémon