Big Brother - Duplo Impacto
Big Brother - Duplo Impacto. Fotografia: TVI/Instagram

‘Big Brother’. Porque não termina este cativeiro sem fim?

O Big Brother: Duplo Impacto foi prolongado e não tem fim à vista. Na rentabilização do conteúdo, a TVI prepara-se para manter o reality-show no ar durante quase um ano seguido. O episódio desta semana do Fita Isoladora debate o assunto.

João Malheiro, Pedro Miguel Coelho e Tiago Serra Cunha recebem Joana Maltez, ouvinte do Fita e espectadora assídua de reality-shows, para dar o seu ponto de vista sobre este prolongamento. Haverá ainda pontos de interesse neste formato?

Eu gostei, apesar de tudo, de voltar ver este formato que eu gosto de chamar ‘arena em televisão’, tipo luta na lama, mas acho que é exagerado e que está a ser too much. Porque este tipo de formatos, em que eles juntam os mais polémicos na mesma casa, não é suposto ser três meses. Porque é demasiado, é exagerado e é cansativo“, defende Joana.

No entanto, e quando analisada a possibilidade de rentabilizar o Big Brother no ar, a ouvinte é da opinião que este “não vai ser um tiro no pé“, argumentando que “o público está fidelizado e continua a ver“.

Neste episódio, que já está disponível em todas as plataformas de podcast, é ainda debatida a estreia de All Together Now e a forma como a TVI se prepara para enfrentar a próxima grande aposta da concorrência, a versão portuguesa de Hell’s Kitchen, que será conduzida por Ljubomir Stanisic, chef dono de uma Estrela Michelin pelo restaurante 100 Maneiras, em Lisboa.

Primeira temporada de ‘O Clube’ e Dia Mundial da Rádio também nos destaques

O final da primeira temporada da série portuguesa O Clube, disponibilizada em exclusivo pela OPTO, é também analisada, pelo seu caráter único no panorama da ficção nacional e também por constituir a primeira produção da plataforma de streaming da SIC que é renovada para uma segunda temporada, que estreia a 26 de fevereiro.

Sara Recharte é a convidada deste bloco onde analisa o contributo da série para conhecer alguns dos meandros da noite lisboeta e destaca as interpretações e o realismo das personagens da história, que tem argumento de João Matos e realização de Patrícia Sequeira.

O Dia Mundial da Rádio comemora-se este sábado (13) e Rita Colaço foi convidada do Fita Isoladora para apresentar um projeto da Antena 1 que pretende tornar a rádio inclusiva e acessível às pessoas com surdez.

Todos os episódios do Fita Isoladora estão disponíveis para audição nas plataformas SpotifyApple PodcastsGoogle PodcastsAnchorBreaker e RadioPublic.

Ouve os ‘Minutos’ desta semana:

 

Mais Artigos
Comic Con Portugal
Comic Con Portugal realiza-se em 2021 e muda-se para o Parque das Nações