All Together Now
Fotografia: D.R.

‘All Together Now’ com estreia marcada para março

O novo programa de talentos da TVI está prestes a chegar ao pequeno ecrã. Com apresentação de Cristina Ferreira, o All Together Now vai ocupar os domingos à noite a partir de março, ainda em data a definir.

Depois de vários rumores sobre a data de estreia da nova aposta da TVI, o canal anunciou oficialmente que o All Together Now chega à antena ainda no primeiro trimestre de 2021. A revelação foi feita por Cristina Ferreira durante a apresentação do formato à imprensa, que se realizou esta sexta-feira (12).

As primeiras imagens do programa que a Quatro descreve como sendo “uma competição musical para toda a família” já foram reveladas. Em informação comercial direcionada a anunciantes, a TVI promete que o All Together Now terá “atuações inesquecíveis, reações emocionantes e momentos de humor.” 

Este concurso é original britânico e já foi adaptado em mais de 15 países, como Brasil, França e Itália. O programa permite todos os tipos de atuação musical, seja em solo, dueto ou em grupo. Em relação ao prémio final para o vencedor ainda nada foi revelado.

Neste formato, os concorrentes sobem ao palco e cantam perante um grupo de 100 jurados. De realçar que o painel de avaliadores não sabe a história de vida dos participantes antes destes atuarem. Só depois da atuação é que o júri poderá conhecer um pouco mais sobre a pessoa ou grupo que se apresentou.

Quando questionada sobre se tinha sido complicado reunir este grupo de 100 pessoas, Cristina Ferreira disse que “foi fácil porque sabíamos o que queríamos”. A apresentadora acrescentou ainda que “muitos deles [dos 100] estão ligados ao espetáculo o que por si só, e infelizmente, nos facilitou a vida, porquê? Porque eles estão sem trabalho”.

A diretora prosseguiu dizendo que o simples facto de o programa existir dá trabalho a muitas pessoas, não só aos artistas que têm os seus concertos cancelados, como aos técnicos que também passam por situações complicadas. “Deixa-nos felizes poder contribuir para que a cultura e o espetáculo continuem a existir e para que se possa levar ao público”, concluiu.

O júri é composto não só por nomes da música, como também por personalidades ligadas a outras áreas como, por exemplo, à informação. Dos 100 fazem parte: Rita Pereira, Pedro Teixeira, Cláudio Ramos, Fernanda Serrano, Lurdes Baeta, Paulo Sousa, Pedro Gonçalves, os locutores da Rádio Comercial, entre muitos outros.

Na apresentação do programa, Cristina Ferreira revelou que Gisela João é a presidente do júri. Cabe então à cantora decidir e desempatar resultados quando assim se justificar. Gisela João não escondeu o entusiasmo e revelou que o All Together Now “é um desafio constante”. A agora jurada afirmou ainda que o nível de performances “está assombroso” e que Portugal “é um país pequenino para a quantidade de talento”. Gisela João assume então o papel de jurada e sobre este desafio disse que gosta de pensar em si não como alguém que julga, mas mais como uma “advisor”.

O programa esteve envolvido em polémica depois de a Direção-Geral de Saúde ter revelado não ter sido consultada em relação à permissão para o início de gravações. Sobre este assunto, Cristina Ferreira voltou a repetir que todos os protocolos de segurança estão a ser cumpridos e acrescentou que não está preocupada com a perceção pública em relação às medidas tomadas.

A Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI apontou o dedo à imprensa dizendo que a perceção pública é muito provocada pelas notícias que saem diariamente. “Desde o momento em que divulgamos que este seria o programa escolhido pela TVI saíram notícias com o objetivo de mostrar que este programa estava a ser gravado mesmo em altura de pandemia. Não o vi fazerem em relação a nenhum outro programa de televisão. Há outros programas que foram, e continuam a ser, gravados, nesta altura, e não vejo essa mesma perceção da imprensa em relação a esses programas.”, rematou, referindo-se a Hell’s Kitchen, da SIC.

De uma coisa Cristina Ferreira não tem dúvidas: “nós, TVI e Shine, temos a certeza absoluta que este é um programa que pode aliviar muito as pessoas que estão lá em casa”.

Esta nova aposta da TVI irá bater-se aos domingos à noite com o Hell’s Kitchen que tem estreia marcada para breve na SIC. Cristina Ferreira não se mostrou muito preocupada com o confronto: “vai ser aquilo que os portugueses quiserem, eu sei que tenho um produto extraordinário. Não vi ainda o produto do Ljubomir, mas tendo em conta aquilo que conheço dele, será certamente um registo no seu estilo e também ele um programa extraordinário, e por isso mesmo, são os portugueses que decidem”.

A apresentadora continuou e disse que não mudou “uma vírgula” no programa porque do outro lado ia ter Ljubomir Stanisic. “Aquilo que tento fazer é ter o melhor conteúdo, o melhor formato e fazê-lo da forma mais perfeita que o consiga fazer.”, concluiu.

Regresso de Cristina ao horário nobre

Promovido pelo canal de Queluz como sendo “o maior acontecimento televisivo do ano”, o talent-show marca o regresso de Cristina Ferreira ao horário nobre de fim-de-semana. O último projeto em prime-time da apresentadora foi a quinta edição de A Tua Cara Não Me É Estranha que apresentou ao lado de Manuel Luís Goucha em 2018.

Depois disso, a Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI apenas apresentou, nesse horário, a Gala dos Globos de Ouro de 2019, na SIC, e mais recentemente, em dezembro, o especial Noite de Cristina. É preciso recuar até 2015 para encontrar o último grande formato apresentado a solo por Cristina Ferreira aos domingos à noite. Nesse ano, a apresentadora foi responsável pela terceira temporada do Dança com as Estrelas.

Em relação ao regresso ao principal horário da televisão portuguesa Cristina Ferreira desvaloriza uma eventual maior pressão: “Desde o início da minha carreira televisiva que não considero que haja formatos merecedores de maior ênfase do que outros. Eu gosto de televisão. Para mim, estar 10 minutos em qualquer horário ou durante duas horas aqui, num palco gigante, com roupa de princesa, onde o brilho e o glamour serão maiores do que no daytime, não tem qualquer tipo de implicação na minha vida profissional”.

Não tenho qualquer desejo por estar muito tempo em prime-time ou de ocupar o lugar do domingo à noite, nem hoje, nem nunca. (…) Para já estou aqui, no All Together Now, muito feliz por estar de novo aos domingos à noite”, continuou Cristina Ferreira.

 

Artigo atualizado às 14h47
Mais Artigos
Festival da Canção EFVisão
EFVisão. Podcast do Festival da Canção chega à Apple Podcasts