The Mandalorian
Fotografia: Disney/Lucasfilm

‘The Mandalorian’. Gina Carano dispensada pela Lucasfilm depois de polémica nas redes sociais

A produtora Lucasfilm anunciou que Gina Carano, atriz que dá vida a Cara Dune em The Mandalorian, deixou de estar envolvida nas produções do universo Star Wars. A saída deve-se a publicações realizadas pela atriz que causaram polémica nas redes sociais.

A atriz e ex-lutadora de MMA foi dispensada pelos estúdios responsáveis pelas duas temporadas da aclamada série da Disney+ no rescaldo várias publicações controversas na rede social Tik Tok. Uma delas estabeleceu comparações entre a Alemanha nazi da Segunda Guerra Mundial com a atual situação política dos Estados Unidos da América.

“Os judeus foram espancados nas ruas, não por soldados nazis, mas pelos seus vizinhos… até por crianças. Como a história é editada, a maioria das pessoas hoje não percebe que, para chegar ao ponto em que os soldados nazi poderiam facilmente prender milhares de judeus, o governo primeiro fez com que seus próprios vizinhos os odiassem simplesmente por serem judeus. Como é que isso é diferente de odiar alguém por suas opiniões políticas?”, escreveu.

Entre várias publicações de teor político, há uma que faz menção ao suicídio de Jeffrey Epstein e outra que contesta o uso de máscaras durante a pandemia de Covid-19. Face aos posts nas redes sociais e a uma grande contestação por parte dos fãs, a Lucasfilm explicou em comunicado que Gina Carano já não faz parte dos estúdios e que “não há planos para ela no futuro. No entanto, as suas publicações nas redes sociais a denegrir as pessoas com base nas suas identidades culturais e religiosas são abomináveis ​​e inaceitáveis”, salientam.

Devido à controvérsia, a Hasbro, fabricante de brinquedos, garantiu que vai deixar de produzir figuras de ação da personagem que a atriz deu vida em The Mandalorian. “A figura de Star Wars [da coleção] Black [Series] Cara Dune foi lançada em 2020 e esgotou não muito tempo depois que o inventário foi recebido. […] Devido aos eventos recentes, a Hasbro rejeitou produzir mais exemplares desta figura”, salienta a fabricante num comunicado enviado ao The Hollywood Reporter.

No entanto, Gina Carano já reagiu ao seu despedidmento. Em declarações ao site IndieWire, Carano admite que ficou devastada com a situação. A atriz admite ainda que já tinha sido avisada pela Lucasfilm aquando das mensagens, consideradas transfóbicas, que partilhou no Twitter em setembro do ano passado. “Foi de partir o coração, mas eu não queria tirar o trabalho árduo de todos que trabalharam no projeto, então disse ok […] Essa [situação] foi a última vez que fui contatada sobre qualquer tipo de declaração pública ou pedido de desculpas da Lucasfilm. Eu descobri nas redes sociais, como toda a gente, que fui demitida ”.

Carano, atualmente com 38 anos, participou nas duas temporadas de The Mandalorian. A atriz interpretou Cara Dune, uma ex-soldado da Aliança transformada em mercenária no universo de Star Wars. Fora desta saga, Carano é conhecida também por ter feito parte do elenco do primeiro filme de Deadpool.

Artigo atualizado às 15h28 de dia 17 de fevereiro com o comunicado da Hasbro e a reação de Gina Carano face à polémica.