Esta Manhã - audiência
Rui Valido/TVI

Na liderança, ‘Esta Manhã’ marca máximos de audiência

O novo programa das manhãs da TVI liderou durante toda a emissão, à frente do habitual líder da estação pública

Ao terceiro dia de emissão, o novo formato de infotainment de Queluz de Baixo conseguiu impor-se durante toda a sua faixa horária, marcando mesmo os melhores valores de audiência média e quota de mercado desde a estreia.

Esta Manhã registou 1,9% de audiência média e 17,9% de quota de mercado, fidelizando uma média de 183 mil telespetadores. O programa conseguiu manter a liderança que já vinha do primeiro informativo da manhã, o Diário da Manhã (0,5%/14%), fazendo frente ao habitual líder Bom Dia Portugal (1,3%/14,5%).

SIC foi relegada para terceiro plano, num primeiro momento com a Edição da Manhã (0,4%/7,7%), a que se seguiu o programa Alô Portugal (1,3%/10%). A estação subiu para o segundo lugar com a emissão do matutino Casa Feliz (4,5%/18,2%), acompanhado por cerca de 430 mil espetadores.

Na dianteira permaneceu a emissão especial da TVI que juntou os anfitriões dos habituais formatos do daytimeEstamos Aqui, Por Si marcou 4,9% de audiência média e 19,7% de quota de mercado, sendo seguido por uma média de 466 mil telespetadores. Na terceira posição, ficou o matutino da estação pública, Praça da Alegria (2,4%/10%).

Na segunda parte do Fita Isoladora, a análise à estreia de ‘Esta Manhã’:

Emissão especial recua à tarde

A partir da hora de almoço, a SIC conseguiu inverter a tendência que vinha sendo seguida durante a manhã, passando a ocupar a dianteira. O Primeiro Jornal (10,2%/26,8%) consumou essa inversão, deixando atrás o Jornal da Uma (6,7%/17,5%) e o Jornal da Tarde (5,3%/13,6%).

À tarde, a emissão especial da TVI, que retomou logo após o informativo da hora de almoço, recuou para segundo lugar. Estamos Aqui, Por Si marcou 4,6% de audiência média e 13,9% de quota de mercado, fidelizando uma média de 435 mil telespetadores. O programa liderou cerca de uma hora, entre a meia-hora final do Linha Aberta (4,9%/15,8%) e o início de Júlia (5,4%/15,6%).

Estamos Aqui, Por Si
Emissão foi conduzida por Manuel Luís Goucha, Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos. Imagem: Facebook/Cristina Ferreira

O formato de Júlia Pinheiro, acompanhado por uma média de 510 mil telespetadores, alcançou a preferência. Em seguida, Viver a Vida (9,3%/19,1%) manteve-se em primeiro até aos instantes finais de Portugal Em Direto (5,9%/13,5%). A estação pública consolidou-se na dianteira com O Preço Certo (12,2%/21,7%), seguido por uma média de 1 milhão e 154 mil telespetadores. Atrás, o episódio de Êta Mundo Bom! (11,9%/20,7%), marcava o melhor valor de audiência média, com 1 milhão e 128 mil telespetadores sintonizados.

Amar Demais marca máximos ao final da noite

SIC voltou a recuperar o primeiro lugar logo ao início da noite, com o Jornal da Noite (14,5%/24,2%) à frente do Jornal das 8 (11,5%/19,1%) e do Telejornal (10,9%/18,2%). Na segunda hora dos informativos das privadas, a estação pública estreou Até Que a Vida nos Separe (5,7%/9,6%), acompanhada por uma média de 540 mil telespetadores.

Amor, Amor (14,6%/26%) bateu Bem Me Quer (12,6%/22,5%) e o concurso da estação pública, Joker (5,1%/9,5%). Terra Brava (12,4%/26,7%) segurou a liderança na ficção, à frente de Amar Demais (10,4%/24,2%), que assumiu a dianteira com o final do episódio da novela da SICAmar Demais marcou os melhores valores de audiência média e quota de mercado desde que foi transferida para a segunda faixa do horário nobre, em outubro passado, com uma média de 984 mil telespetadores sintonizados.

Golpe de Sorte (6,9%/19,3%) recuperou, depois, a liderança, com Cá por Casa (2,2%/6,1%) em terceiro. Ao final da noite, o Extra do Big Brother – Duplo Impacto (3,8%/19,7%) liderou frente a Totalmente Demais (3,9%/17,2%).

Nos totais do dia, a SIC assegurou mais uma liderança, com 19,5% de share, à frente da TVI (17,7%) e da RTP1 (11,1%). A CMTV (3,9%) manteve-se líder no Cabo e a SIC Notícias (2,3%) destacou-se nos canais informativos.

Mais Artigos
The One Netflix Albano Jerónimo
Netflix. Conhece as estreias e destaques de março