Esta Manhã
Reprodução/TVI

Audiências. ‘Esta Manhã’ agita manhãs, Marco Paulo ganha combate

A estreia de Esta Manhã, novo formato de infotainment da TVI, veio alterar o status quo do período matinal. Bom Dia Portugal, habitual líder do horário, chegou mesmo a descer ao terceiro lugar. No entanto, o Alô Portugal da SIC, com Marco Paulo como convidado, é que veio baralhar as contas.

Num retrato da corrida entre as 6h30 e as 10h, podemos dividi-la em vários períodos. Entre as 6h30 e as 7h, o Bom Dia Portugal foi líder, batendo a edição curta do Diário da Manhã (0,3% / 7,4%). Pouco depois das 7h, Esta Manhã aproximou-se do primeiro lugar, mantendo-se na liderança, em média, até às 8h40.

Alô Portugal entrou no ar às 8h30 e, disputando terreno ao canal de Queluz, permitiu que o Bom Dia Portugal liderasse durante meia-hora, até às 9h20. Depois disso, o programa apresentado por José Figueiras e Ana Marques, que contou com uma edição especial, agarrou-se ao primeiro lugar e marcou o melhor resultado de sempre, com 2,2% de audiência média e 15,4% de share, uma audiência que é praticamente o dobro da que regista habitualmente.

Gráfico com share entre as 6h30 e as 10h00 - 1 de fevereiro de 2021
RTP1 a azul, TVI a amarelo torrado e SIC a vermelho / Fotografia: iReports – Marktest / Espalha-Factos

No fim da emissão, Esta Manhã ainda voltaria ao segundo lugar. Feitas as contas, concluiu a primeira segunda-feira com 1,7% de audiência média e 14% de share, valores acima dos que o Diário da Manhã registou na última semana de emissão alargada. O Bom Dia desceu a 1,4% de audiência média e 14,4% de share, mas manteve a liderança mesmo no confronto direto com a nova aposta da TVI.

Manhã diferente causa efeitos colaterais no daytime

No resto da manhã, e ajudado pelo boost do infotainment, Dois às 10 (5% / 19,6%) arrancou logo em primeiro lugar e manteve a vantagem sobre Casa Feliz (4,4% / 17,1%) quase até às 13h. Praça da Alegria (2,4% / 9,6%) teve o pior share de janeiro, prejudicada pelo resultado mais fraco do noticiário que a antecede.

Os resultados mais fortes da manhã da TVI continuaram a sentir-se também à hora de almoço, com o Jornal da Uma (8% / 21,2%), pela primeira vez apresentado por Sara Pinto, a empurrar o Primeiro Jornal (8,3% / 22,2%) para o pior share de 2021. O Jornal da Tarde (5,5% / 14,4%) manteve-se.

A TVI continuou em primeiro lugar com Destinos Cruzados (5,7% / 17,2%), que destronou Linha Aberta (5,1% / 16,8%). Na RTP1, as mexidas no pós-almoço não fizeram grande efeito. Os Nossos Dias voltou com dois episódios, o primeiro ficou-se por 8,8% de share, com uma audiência média de 3%, enquanto o segundo desceu a 2,2% de audiência e 6,8% de share.

‘Goucha’ derrota ‘Júlia’ no arranque da semana

Goucha TVI
Fotografia: TVI / Divulgação

A Quatro manteve a embalagem e Goucha (5,9% / 16,8%) bateu Júlia (5% / 14,1%) por cerca de 90 mil espectadores. A Nossa Tarde (2,9% / 8,6%) viu tudo de longe.

Ao final da tarde, a SIC voltou a respirar. Viver a Vida (8,8% / 18,1%) liderou até à chegada de O Preço Certo (11,6% / 21%), que bateu depois Êta Mundo Bom! (11,3% / 20,1%) e o diário do Big Brother (8,7% / 15,8%). BB Última Hora, às 18h06, tinha registado 8,3% / 17,6%, alcançando a melhor audiência deste ano.

Noite recupera o dia para a SIC

O Jornal da Noite (14,2% / 23,7%) acabou depois por se impôr entre os noticiários, deixando Jornal das 8 (10,9% / 18,2%) e Telejornal (10,5% / 17,5%) na luta pelo segundo lugar.

Foi mesmo o horário nobre que permitiu à SIC liderar no total diário, depois de uma manhã e uma tarde em dificuldades. Amor Amor (13,2% / 22,5%) bateu Bem Me Quer (11,9% / 20,3%), Terra Brava (12,6% / 25,1%) derrotou Amar Demais (9,1% / 19,2%). A história habitual no prime-time.

Golpe de Sorte (6,9% / 18,2%) desceu ao pior share do ano e viu Big Brother: Extra (3,9% / 19%) a subir ao primeiro lugar. Totalmente Demais (4,5% / 19%) ainda conseguiu chegar à liderança nos minutos finais, mas já não foi suficiente para reduzir a vantagem da TVI no late-night.

A história da primeira segunda de fevereiro conta-se às décimas. A SIC triunfou com 18,3%, contra 17,6% da TVI e 10,6% da RTP1, que se tem visto apertada no meio das batalhas das privadas. E, mais vírgula, menos vírgula, o canal de Paço de Arcos já canta vitória há 27 dias consecutivos.

Dados de audiência da GfK/CAEM, obtidos através do software iReports e cedidos em exclusivo ao Espalha-Factos.

 

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Do Contra
‘Do Contra’. O regresso de ‘Contra Informação’ faz-se no digital