John King
Fotografia: CNN

John King, pivô da ‘magic wall’ da CNN, nomeado para prémio de jornalismo

Se fascinou os espectadores, também o fez com os especialistas na área do jornalismo. John King, pivô da CNN que ficou conhecido como o “mágico” da magic wall na cobertura das eleições norte-americanas, foi nomeado para o prestigiado prémio da Royal Television Society britânica.

King é o primeiro jornalista fora do Reino Unido a ser nomeado para o prémio de televisão, que distingue anualmente os maiores talentos da área. A nomeação é para pivô do ano, numa categoria que partilha com dois jornalistas da BBC.

De King a rei das projeções

O pivô tornou-se uma espécie de celebridade entre os que acompanharam afincadamente a cobertura da corrida entre Biden e Trump na CNN – que saltou do segundo lugar para o canal mais visto, nos EUA e também no cabo em Portugal.

Correspondente nacional da estação noticiosa desde 2005, a cobertura das eleições à frente da wall é hábito de John King desde 2008. No entanto, o ecrã tátil gigante, que mostra os resultados detalhados por distrito e estado e permite avaliar todos os cenários possíveis para o desfecho dos resultados, nunca deu tanto que falar como em 2020.

O arrastar da revelação dos resultados durante vários dias levou King a estar no ar durante 12 a 14 horas, com poucas horas de sono pelo meio. Os esforços foram apreciados nas redes sociais e criou-se um quase “clube de fãs” para o rei da magic wall: publicações sobre o pivô tornaram-se virais, especialmente no Twitter e no Tik Tok, brincadeiras nas quais o próprio participou.

Ao The Guardian, o jornalista norte-americano disse estar “profundamente honrado” pela nomeação ao prestigiado prémio, que considera ser mais sobre “a história interessante que contamos e menos sobre mim próprio“. A resposta internacional à sua cobertura, no entanto, foi “surpreendente”“quando cheguei a casa, antes de conseguir dormir, tentei relaxar com um copo de vinho – estava cheio de adrenalina. Foi aí que comecei a ver tanto feedback a chegar de outros países. Foi surreal”, explicou ao jornal.

King brincou com as eleições portuguesas

No dia de eleições Presidenciais, que aconteceram a 24 de janeiro – por cá, foi mesmo só um dia -, vários internautas portugueses criaram memes nas redes sociais em alusão à Key Race Alert da CNN e à magic wall de John King – e de que forma poderia servir para adivinhar resultados nas províncias portuguesas.

As menções chegaram ao pivô, que citou um tweet com um mapa da cidade de Lisboa. A imagem, que mostra a zona do Campo Pequeno e da Avenida de Roma, foi acompanhada da legenda “vermelho ou azul”, em bom português. A interação gerou centenas de respostas de espectadores portugueses e brasileiros.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Golden Globes 2021. Quem são as estrelas da festa?