Cidade Invisível

‘Cidade Invisível’. Nova série da Netflix aborda lendas folclóricas do Brasil

A série Cidade Invisível, realizada por Carlos Saldanha, estreia na próxima sexta-feira, dia 5 de fevereiro, na Netflix. A nova produção brasileira da plataforma de streaming conta com sete episódios e tem, como pano de fundo, inúmeros crimes e seres folclóricos do país.

O projeto, inspirado numa história de Carolina Munhóz e Raphael Draccon, começa com o aparecimento de um boto cor-de-rosa, uma figura mitológica do Brasil, numa praia do Rio de Janeiro. Eric (Marco Pigossi), é um polícia ambiental que acredita que a recente descoberta está ligada à morte da sua mulher e que, por essa razão, vai fazer de tudo para encontrar o culpado.

Assim, ele envolve-se numa investigação misteriosa entre o mundo visível e o reino habitado por criaturas místicas, como o Curupira e Cuca. Cidade Invisível não é só um suspense policial que aborda um mundo de fantasia, já que a premissa principal é o autoconhecimento e a preservação do ambiente.

Para além de Pigossi, o elenco da série conta com a presença de Alessandra Negrini, Tainá Medina, Julia Konrad, Manu Diegues, Wesley Guimarães, José Dumont e Áurea Maranhão. Em entrevista à UOL, Negrini mencionou que aceitou o projeto sem ler o argumento, uma vez que “algo que vem do Saldanha, alguém com um talento reconhecido internacionalmente, é impossível de recusar, independente do papel”.

Carlos Saldanha é mais conhecido pelos seus filmes de animação Rio, A Idade do Gelo e Ferdinando, sendo Cidade Invisível o seu primeiro projeto com atores reais. Mesmo assim, o realizador quis fazer uma coisa que gostasse, trazendo a cultura popular brasileira para a modernidade. “Se pararmos de contar estas histórias, elas morrem”, contou Saldanha ao O POVO.

Várias pessoas já começaram a comentar a série, através das redes sociais, e o feedback tem sido bastante positivo. Além disso, as primeiras imagens da produção podem ser vistas no Instagram oficial de Cidade Invisível.

Cidade Invisível chega à Netflix na próxima sexta-feira, 5 de fevereiro.

Mais Artigos
Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota
DGS e Ministério da Cultura desmentem aprovação de eventos-piloto em Lisboa e no Porto