Whatsapp

WhatsApp perde milhões de utilizadores após nova atualização

Um mal entendido com a nova política de privacidade do WhatsApp faz com que a app perca milhões de utilizadores. Assim, os utlizadores da aplicação procuram outras aplicações, como Signal Telegram.

Este êxodo advém de um aviso da nova política de privacidade, que seria implementada a partir de dia 8 de fevereiro. No entanto, a empresa vê-se agora forçada a apostar numa campanha de marketing para clarificar as alterações. Por exemplo, esta segunda-feira (25), partilha um vídeo que clarifica as mudanças na app.

Segundo o The Guardian, a aplicação Signal ganha sete milhões e meio de utilizadores, somente nas três primeiras semanas de janeiro. Por sua vez, o Telegram soma 25 milhões. De acordo com a App Annie, uma plataforma que faz tratamento de dados, este crescimento faz-se devido ao descréscimo do Whatsapp. Segundo esta plataforma, o Whatsapp era a oitava aplicação com mais downloads no Reino Unido, no início de janeiro. Contudo, desce para a 23.ª posição a 12 de janeiro.

Por sua vez, Signal, que no dia 6 de janeiro nem constava na lista das mil aplicações mais descarregadas, no Reino Unido, acaba por passar para a primeira posição, apenas três dias depois.

A diretora de políticas públicas do Whatsapp na Europa, Médio Oriente e África, Niamh Sweeney, explica ao Comité de Assuntos Internos do Reino Unido que o êxodo se deve à nova atualização da app. Assim, Sweeney clarifica que “não existem quaisquer alterações face à nossa partilha de dados com o Facebook, em qualquer parte do mundo“. Para reforçar esta declaração, a empresa deixa um comunicado semelhante no site da app.

Queremos deixar claro que a atualização da política não afeta, de forma alguma, a privacidade das mensagens trocadas com amigos ou familiares. Em vez disso, esta atualização inclui alterações relacionadas com a troca de mensagens empresariais no WhatsApp, que é opcional, e assegura uma maior transparência sobre a forma como recolhemos e utilizamos os dados”, explica a empresa.

Deste modo, a atualização é adiada para 15 de maio.

Mais Artigos
Superman está de volta ao grande ecrã.
‘Super-Homem’ está de regresso ao grande ecrã com produção de J.J. Abrams