Atriz Jane Fonda na 71º Festival Internacional de Cannes. Photo de Arthur Mola/Invision/AP.

Jane Fonda recebe prémio de carreira nos Globos de Ouro

Jane Fonda, conceituada atriz de Hollywood, vai receber o prémio Cecil B. DeMille. O galardão será entregue no dia 28 de fevereiro durante a 78.ª cerimónia anual de entrega dos Globos de Ouro. A informação de que a atriz e ativista seria galardoada com a estatueta foi avançada pela Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood. 

A associação justificou a entrega do prémio a Fonda por esta ser uma grande estrela. “Poucas personalidades de Hollywood são tão talentosas quanto a premiada deste ano, pelo contributo notável para o mundo do entretenimento”. A associação acredita que a atriz “deixou uma enorme marca na cultura popular. É uma estrela global”. 

Aos 83 anos a autora, ativista, atriz e empreendedora recebe o prémio que reconhece aqueles que tiveram um grande impacto no mundo do entretenimento. Fonda junta-se assim a nomes como Tom Hanks, Jeff Bridges, Oprah Winfrey, Morgan Freeman, Meryl Streep, Barbra Streisand, Sidney Poitier e Lucille Ball.

A atriz iniciou a sua carreira com filmes como Period of Adjustment, Sunday in New York e Barefoot in the Park. Nos finais da década de 60 começou a a ganhar reconhecimento. Em 1968, Barbarella lançou a atriz para o estrelato e filmes como They Shoot Horses, Don’t They e Klute consagraram a carreira da atriz. O último, lançado em 1971, rendeu à atriz o Óscar de Melhor Atriz. Desde 2015 a atriz tem actuado na série da Netflix Grace and Frankie.

A passagem pelo mundo do ativismo

Ao longo da sua carreira a atriz fez sempre questão de ser transparente em relação às suas posições políticas e relacionadas com outras causas e movimentos. Destacam-se o ativismo político, antiguerra, do Vietname à invasão do Iraque, a defesa dos direitos das mulheres e mais recente a luta climática. Fonda criou ainda uma organização para apoiar a igualdade das mulheres e prevenir a gravidez durante a adolescência. 

Quando celebrou 80 anos a atriz angariou um milhão de dólares para cada uma das organizações sem fins lucrativos que detêm. Para além disso, Jane Fonda fez também outra doação de um milhão de dólares, mas desta vez o dinheiro reverteu para a Donor Direct Action. A organização apoia outras organizações que promovem a igualdade das mulheres. Em 2019 foi detida por protestar pacificamente em frente ao edifício do Senado dos Estados Unidos a favor da justiça pela luta climática.

Mais Artigos
Toy
‘À Boleia com Toy’. RTP1 estreia a versão portuguesa de Carpool Karaoke