Ana de Armas
Fotografia: Thomas Whiteside

‘Blonde’: Ana de Armas revela desafios da transformação em Marilyn Monroe

Nas palavras da atriz, o maior desafio esteve no aperfeiçoamento do icónico sotaque da estrela de cinema.

Blonde, realizado por Andrew Dominik, é uma das produções mais aguardadas da Netflix para 2021. Protagonizado pela estrela de Knives Out (2019), Ana de Armas, a biopic narra a vida de Marilyn Monroe, adotando o ângulo do sucesso literário Blonde de Joyce Carol Oates.

Em entrevista à The Times of London, Ana de Armas fala sobre a exigência da preparação para o papel, cujo maior desafio esteve no aperfeiçoamento do sotaque de Monroe.

“Eu tentei [acertar no sotaque]! Só me levou nove meses de treino de dicção, muita prática e algumas sessões de SAD [substituição automatizada de diálogo]. Foi uma grande tortura, muito exaustivo. O meu cérebro estava frito”, afirma.

Ainda assim, a atriz reforça a importância do filme, disposto a abordar problemas bastante atuais na indústria cinematográfica. “Eu tinha muitos pensamentos como mulher na indústria, e até em geral, sobre como as coisas nos anos 30, 40 e 50 são tão atuais hoje em dia. E em relação a como se não tiveres uma base forte, com a tua família e tudo mais, torna-se muito difícil aguentar – muito difícil mesmo”, conclui.

Marilyn revolucionária

No ano passado, Ana de Armas tinha já conversado sobre o processo de seleção para o papel, em entrevista à Vanity Fair. Após a audição, a atriz confessa que existiram poucas dúvidas, com Dominik a responder de imediato “és tu!”. Segundo Ana, a sua vontade em conseguir o trabalho acabou, sem dúvida, por contribuir para esta escolha inequívoca.

“Os produtores. As pessoas com dinheiro. Sempre senti que havia alguém que tinha de convencer. Mas sabia que conseguia fazê-lo. Interpretar a Marilyn era revolucionário. Uma cubana a interpretar Marilyn Monroe. Queria-o tanto. Vês aquela foto famosa dela e ela está a sorrir, mas isso é apenas um pedaço daquilo que ela estava a passar naquele momento”, conclui.

Até ao momento, a Netflix não revelou uma data concreta para a estreia de Blonde. Espera-se, no entanto, que a longa-metragem chegue à plataforma de streaming durante o outono.

Mais Artigos
Google
Canadá junta-se à Austrália ao enfrentar Google e Facebook