João Moleira no Jornal da Noite
Fotografia: Instagram

‘Primeiro Jornal’ é o mais visto do dia, SIC lidera noite eleitoral

A SIC venceu as audiências deste domingo (24), com a informação, encabeçada pelo Primeiro Jornal, a ser a jóia da coroa para a estação de Paço de Arcos. A liderança do terceiro canal em janeiro já é inevitável.

O informativo da hora de almoço foi o programa mais visto do dia, com 13,2% de audiência média e 27,8% de share. Os valores, ao nível do horário nobre, permitiram ao noticiário liderar com folga frente a Jornal da Uma (8,3% / 17,4%) e Jornal da Tarde (5,6% / 11,8%).

O Primeiro Jornal da SIC tem sido o noticiário mais beneficiado pelo aumento do consumo televisivo decorrente do confinamento geral vigente em Portugal, tendo-se aproximado da fasquia de um milhão de espectadores em média. A liderança na informação tem sido, no entanto, transversal aos vários horários.

Domingão lidera e abre caminho para noite de vitória da SIC

A liderança à hora de almoço prolongou-se à tarde, com Fama Show (10,3% / 21,9%) e Domingão (8% / 15,2%) a vencer o Somos Portugal (7,5% / 14,2%), que desceu mesmo aos piores valores deste primeiro mês do ano. A RTP1, com Faz Faísca (3,8% / 8,3%) e um compacto de melhores momentos de Hoje é Domingo (3,1% / 6%) teve uma tarde para esquecer, e que a afetou na transição para a noite informativa.

Hora de Fecho (6,4% / 10,3%) foi o primeiro momento de acompanhamento das eleições, arrancou às 18h45 na estação pública. Às 19h17 chegou o Telejornal (7,4% / 11,9%), que ficou em terceiro no horário. A SIC arrancou com Especial Presidenciais 2021 (12,4% / 19,2%) às 19h30, batendo Presidenciais 2021: Última Hora (7,5% / 11,8%) na RTP1 e também Presidenciais 2021: Contagem Decrescente (10,7% / 16,6%) e Presidenciais 2021: A Grande Decisão (12,2% / 19,5%), emitidos pela TVI.

Por volta da mesma hora, o jogo que deixou Portugal de fora dos quartos-de-final do Campeonato do Mundo de Andebol, contra a França, marcou a melhor audiência do ano para a RTP2: 2,2% de audiência média e 3,3% de share.

Num segundo momento, às 21h, a RTP1 arrancou com Presidenciais 2021: Novo Mandato (8,9% / 14%), enquanto a SIC abriu um novo bloco de Presidenciais 2021 (12,8% / 20,2%), com que continuou a liderar. Novamente em simultâneo, pelas 22h, os dois canais abriram um novo bloco, chamado Novo Ano Político (4,8% / 10,4%) na emissora estatal e intitulado Reações (10,8% / 21,9%).

A TVI arrancou com Presidenciais 2021: Tem a Palavra (9,8% / 20,9%) às 22h41 e conseguiu liderar entre as 23h30 e a meia-noite, altura em que interrompeu a emissão informativa para emitir a gala do Big Brother (7,4% / 23,8%), que manteve o primeiro lugar contra uma repetição de Terra Nossa (4,4% / 15,8%) dedicada ao Presidente da República.

As nomeações do Big Brother já foram para o ar à uma da manhã, conquistando simultaneamente a pior audiência desde a estreia, com 6% de rating e 570 mil espectadores, e o melhor share, com 33,2%, resultado de serem emitidas num horário de menor competitividade.

A RTP1 fechou o dia com 9,8% de share, no pior resultado registado em janeiro, mantendo a SIC a liderança, com 17,5%, contra 15,9% da TVI.

Lê também: Audiências. ‘Estamos em Casa’ regista máximo na estreia de Sara Matos
Mais Artigos
Madonna
Madonna mostra a digressão do disco criado em Portugal num novo documentário