Joker Vasco Palmeirim
Fotografia: David Martins / Espalha-Factos

‘Joker’ sofre alterações e passa a ter um novo prémio máximo

O Joker conta com grandes novidades a partir do final do mês de janeiro. A principal alteração no concurso de cultura geral da RTP1 é o novo prémio máximo que passa a ser de 75 mil euros.

A RTP1 revelou em comunicado, esta quinta-feira (21), que já a partir da próxima segunda-feira, dia 25 de janeiro, o formato apresentado por Vasco Palmeirim sofre profundas mudanças. Além de mais dinheiro passar a estar em jogo, a duração do programa será maior, terá mais perguntas e um novo cenário.

O canal estatal realça que “o Joker passa a ser o concurso de cultura geral que mais dinheiro dá em Portugal. E passa a ter um apresentador ainda mais feliz”. Vasco Palmeirim revela que nunca esperou que o programa tivesse tanto impacto como tem. “Um impacto, não só em milhares de portugueses que continuam a assistir ao Joker de 2.ª a 6.ª na RTP1, mas também em mim próprio. Hoje em dia, não consigo imaginar a minha vida sem este concurso”, refere o apresentador.

O formato estreou no final de agosto de 2018 e desde aí tem garantido bons resultados na faixa em que é emitido. Por essa razão, continua a ser uma aposta do canal público que, por diversas vezes, emitiu episódios especiais do programa, como é o caso da versão Kids do Joker ou dos especiais de Natal. Além do formato televisivo, o concurso tem já uma versão em jogo de tabuleiro lançada em 2020.

De realçar que o programa é também marcado por momentos de bom humor e improvisação, cortesia do carismático anfitrião. Em relação aos espectadores do Joker, Vasco Palmeirim reforça o carácter transversal do público, dizendo que “é bom saber que chega a um público desde os mais novos até aos mais velhos.”

A mecânica do programa

O Joker é descrito como sendo “um concurso para toda a família”. Até agora, neste formato eram colocadas 12 perguntas a um único concorrente que devia respondê-las tendo, para isso, a ajuda de sete Jokers. Os Jokers permitiam ao participante eliminar respostas erradas de entre as quatro hipóteses de resposta dadas para cada questão. A árvore do dinheiro do programa tinha quantias entre zero e 50 mil euros, sendo o principal objetivo de cada concorrente chegar ao último patamar e lá manter-se até à 12.ª pergunta.

Por cada resposta errada, o participante perdia três Jokers. Quando ficavam sem Jokers, desciam três patamares. No entanto, havia ajudas extra, os trunfos do concorrente: o Super Joker e a Ronda Bónus. Ambas contavam com a participação do acompanhante do concorrente, fosse para ajudar na resposta a uma pergunta, fosse para conquistar mais Jokers para o jogo. No final da 12.ª pergunta, o concorrente ganhava um prémio monetário, associado ao patamar em que estivesse situado.

Com a reformulação do programa, o prémio máximo em jogo passa a ser 75 mil euros. Todavia, esta não é a única alteração na dinâmica do formato. Como há mais dinheiro em jogo, há mais perguntas para cada concorrente e mais patamares para serem ultrapassados. Há também mais Jokers disponíveis e Rondas Bónus que dão dinheiro.

A estreia do programa com todas as novidades está marcada para as 21h45 de dia 25.

Lê também: ‘5Starz’. Nova série da RTP foca-se nos trabalhadores de entregas ao domicílio
Mais Artigos
‘Avatar’ tem uma nova casa e um filme a caminho