‘Bernini – o êxtase da forma’: requinte e simplicidade, onde a arte é a maior atração

As obras do artista são revisitadas ao pormenor neste documentário

Bernini – o êxtase da forma, inicialmente com data de estreia marcada para 14 de janeiro, nas salas de cinema portuguesas, é um documentário que analisa a obra daquele que é um dos maiores artistas do barroco e está disponível na plataforma de streaming Filmin.

A arte barroca é trazida para os olhos do público pelo realizador Francesco Invernizzi. É através do artista italiano Gian Lorenzo Bernini que o barroco ganha vida e protagonismo no grande ecrã. Com o apoio do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, este é um projeto apresentado pela RISI Film com imagens exclusivas de uma das mais importantes exposições da história da arte.

Grande parte do documentário concentra-se na obra escultural de Bernini. É através da galeria Borghese de Roma que o espectador tem acesso pormenorizado às grandiosas esculturas do artista. Com a ajuda de Anna Coliva, diretora do Museu Borghese, entendemos melhor a arte, o artista e a genialidade por detrás das suas obras. Bernini – o êxtase da forma é uma das maiores produções já feitas sobre o artista que marcou a arte do século XVII. De Apolo e Dafne ao Rapto de Proserpina, são 60 as esculturas analisadas ao detalhe, com direito a planos de cada pormenor das peças. Para além das esculturas, é ainda dada atenção às pinturas do artista italiano. Luigi Ficacci, historiador de arte, é a ajuda imprescindível na compreensão dos trabalhos de pintura de Bernini.

Em Lisboa o documentário iria estrear nos cinemas do El Corte Inglês, e no Porto nos cinemas do ArrábidaShopping. No entanto, em virtude do decreto do Estado de Emergência e do novo confinamento imposto, já só será possível ver este documentário alugando na Filmin. Esta é mais uma produção da Sky Italia, responsável por outros documentários de arte como Caravaggio – A Alma e o Sangue, Os Museus do Vaticano e Rafael – O Príncipe das Artes.

Uma viagem através do ecrã

Gian Lorenzo Bernini é, sem dúvida, um dos artistas mais marcantes da história. Nascido em Nápoles em 1598, Bernini iria seguir as pegadas do pai, Pietro Bernini, também este escultor. Mas para quem espera encontrar em Bernini – O Êxtase da Forma uma biografia, desengane-se. Este não é um documentário biográfico. É sim, quase como que uma visita Virtual ao Museu Borghese. É neste Museu de Roma que se encontram, em exposição, uma vasta coleção de obras do artista. Nesta visita guiada por profissionais da história da arte, são vistos e explicados ao pormenor alguns dos trabalhos mais marcantes da vida do artista. A preocupação pela entrega de planos pormenorizados de cada peça trás ao espectador um sentimento de presença in loco.

Desde do significado de cada escultura até aos pormenores técnicos do trabalho em mármore, as obras de Bernini são o espelho do seu talento e singularidade. Apesar de parte do documentário ser dedicado às esculturas, houve também tempo para uma visita aos trabalhos de pintura do artista. Embora seja fácil de conectar Bernini com os seus trabalhos escultóricos, a verdade é que em Bernini – O Êxtase da Forma, é prestada também atenção ao talento multifacetado do artista. Para além das intervenções dos especialistas, estão também presentes momentos de narração “pelo próprio”. Este aspeto torna o documentário mais intimista e pessoal, fazendo do espectador o convidado de honra.

Lê também: 10 séries e filmes para veres depois de ‘Bridgerton’

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
moxie netflix
‘Moxie’. Comédia feminista de Amy Poehler chega à Netflix