Amanda Seyfried em Things Heard and Seen
(Fotografia: Netflix)

‘Things Heard and Seen’: thriller da Netflix mostra “o terror do casamento”

Amanda Seyfried (Mamma Mia) é a protagonista do novo thriller da Netflix Things Heard and Seen. O elenco também é composto por outras caras conhecidas como James Norton (Grandchester) e Natalia Dyer (Stranger Things).

Realizado por Robert Pulcini e Shari Springer Berman, Things Heard and Seen é baseado no livro All Things Cease to Appear, escrito por Elizabeth Brundage e publicado em 2016.

O enredo passa-se na década de 1980 e foca-se num jovem casal que se muda de Manhattan para uma casa de campo no interior do estado de Nova Iorque. Com a mudança, apercebem-se de acontecimentos que os levam a suspeitar de que a casa é assombrada pelos fantasmas dos antigos proprietários, ambos assassinados.

“O verdadeiro terror está no casamento”

Things Heard and Seen
James Norton e Amanda Seyfried em ‘Things Heard and Seen’ (Fotografia: Netflix)

Em entrevista à Entertainment Weekly, os realizadores admitem que a escolha dos atores principais foi óbvia: “apaixonámo-nos imediatamente pelo James” e a “Amanda tem este lado delicado e uma força, em simultâneo”, que a tornam “perfeita para o papel”. Também enfatizaram que este filme não se trata de um filme de terror, mas um “suspense sobrenatural que se passa dentro do próprio casamento”.

Acho que uma das coisas mais assustadoras neste mundo é o casamento. Pode ser incrivelmente fantástico, tanto como incrivelmente aterrador, ao mesmo tempo. Portanto, para mim, há algo muito verdadeiro no fundo desta história ter trazido bastante medo ao leitor e ao espectador”, refere Shari Springer Berman, casada com Robert Pulcini há 21 anos.

James Norton e Amanda Seyfried em 'Things Heard and Seen'
(Fotografia: Netflix)

Pulcini compara o enredo em Things Heard and Seen e All Things Cease to Appear com a narrativa de Turn of The Screw (A Volta no Parafuso), livro escrito por Henry James, em 1898. Sendo uma “história de fantasmas literária”, o livro de James explora a perspetiva de uma perceptora inglesa que tem a certeza de que as crianças de quem toma conta são assombradas pelos fantasmas dos antigos trabalhadores da casa.

Berman e Pulcini esperam que o filme faça a audiência pensar sobre as “grandes questões, como o karma, a natureza da vida e da morte”.

O filme estreia a 30 de abril, segundo a página oficial de Twitter dos filmes de Netflix. A plataforma de streaming também anunciou que vai lançar um filme novo em cada semana de 2021.

Mais Artigos
debates
Debates. “É um modelo que não acontece noutros países, estes ‘duelos presidenciais'”