Confinamento António Costa audiência
Fotografia: Paulo Vaz Henriques / Governo da República Portuguesa

Canais de informação multiplicam audiência com anúncio de novo confinamento

Os canais de informação, e a CMTV, aumentaram audiência e somaram 24,4% de share no período horário entre as 18h e as 20h, altura em que o primeiro-ministro António Costa anunciou um novo confinamento geral e várias medidas de combate e mitigação da pandemia de Covid-19 em Portugal.

A liderança entre os informativos neste período foi da SIC Notícias, com 7,7% de quota de mercado, contra 5,5% da TVI24 e 4,4% da RTP3, que é também transmitida através da TDT. A CMTV marcou 6,8% de share neste intervelo horário.

Estes valores contribuíram para novos mínimos dos tempos de antena das presidenciais transmitidos por todos os canais. O da RTP1 (7,5% / 15,8%) foi o mais visto, seguido pelo da SIC (5,9% / 12,5%) e pelo da TVI (5,9% / 12,4%). Prejudicadas pela subida estiveram ainda as novelas Viver a Vida (6,3% / 14,5%) e Êta Mundo Bom! (8,3% / 16%), que baixaram a mínimos e foram mesmo ultrapassadas por Big Brother: Última Hora (7% / 16,4%) e Diário (8,4% / 16,2%), cujo público não fugiu para os canais de notícias. O Preço Certo (10,6% / 20,5%) manteve a liderança ao fim da tarde.

Neste período, os noticiários mais vistos foram a Edição da Tarde (3,1% / 7,3%), o Jornal das 7 (4,4% / 8,9%), da SIC Notícias, o Notícias 24 – 18 (2,6% / 5,9%) e o Notícias 18/20 (2,1% / 4,5%). O Notícias CM (3,7% / 7,7%) marcou também o melhor resultado deste ano.

Nos totais diários, a SIC Notícias chegou a 3,9% de share, a TVI24 ficou com 2,6% e a RTP3 chegou aos 2,4%. A CMTV fechou o dia com 4,8%, mas a sua emissão não é unicamente dedicada a informação, contando também com programas de entretenimento ou filmes.

Lê também: ‘Júlia’ lidera audiência pelo segundo dia consecutivo
Mais Artigos
João Villaret
Quem foi João Villaret, figura incontornável do teatro português?