Dickinson
Dickinson

‘Dickinson’. Série sobre uma das figuras mais importantes da poesia está de volta

Dickinson, série sobre a poeta Emily Dickinson, está de regresso para uma segunda temporada na Apple TV+. É já esta sexta-feira, dia 8 de janeiro, que Hailee Steinfeld (nomeada para o Óscar de Melhor Atriz Secundária pela exibição em True Grit) volta aos nossos ecrãs enquanto protagonista desta comédia de época.

Criada por Alena Smith, estreou a 1 de novembro de 2019, aquando do lançamento da AppleTV+. Os dez episódios da primeira temporada ficaram todos disponíveis ao mesmo tempo. Desta vez, os novos dez virão espaçados. A segunda temporada foi encomendada no mês anterior à estreia da série e, um ano depois, foi confirmada a terceira temporada.

Este drama histórico acompanha a maioridade da poeta Emily Dickinson, que nasceu em 1830 e faleceu em 1886. Tendo vivido no séc. XIX, lidou com várias restrições por parte da sociedade conservadora, inclusivamente no meio familiar. A série vem mostrar-nos o quanto Emily se sentia deslocada do meio em que vivia, bem como da época. A sua imensa imaginação e criatividade colidia com a austeridade e a monotonia que a rodeavam. Questionava o papel das mulheres, que, à data, era o de donas de casa, não entendendo o porquê de não poder ter as mesmas oportunidades que os homens.

A sua bissexualidade, tema tabu na altura, também é explorada, sustentando o quão desenquadrada a poeta estava do seu tempo de vida, sendo até considerada excêntrica. Os seus poemas mostram isso mesmo, bem como o seu interesse pela morte. Esta narrativa vai sendo contada com recurso ao humor negro e, claro está, à obra e vida da protagonista.

Os episódios da primeira temporada tiveram duração entre 20 a 30 minutos. Foram filmados em Nova Iorque, durante três meses. O elenco principal é constituído pelo rapper Wiz Khalifa (que incorpora A Morte), por Toby Huss (enquanto o pai de Emily, Edward Dickinson), Jane Krakowski (que interpreta a mãe, Emily Norcross Dickinson), Adrian Enscoe (que faz de irmão, Austin), Anna Baryshnikov (como a irmã, Lavinia), Ella Hunt (no papel da amada de Emily, Sue Gilbert) e Darlene Hunt (como Maggie, a governanta). Para a nova leva de episódios, juntam-se ao elenco Finn Jones (que será Samuel Bowles, editor de um jornal), Pico Alexander (como Henry “Ship” Shipley, o novo inquilino da casa dos Dickinson), Nick Kroll (enquanto o autor Edgar Allan Poe), Timothy Simons (o jornalista Frederick Law Olmsted) e Will Pullen (com o papel de Ninguém).

 

O trailer dá-nos conta de que, nesta segunda temporada, Emily irá começar a partilhar a sua escrita com o mundo. Apesar de ter tentado fazê-lo anteriormente, ao publicar poemas no jornal, o pai fez-lhe a vida negra quando descobriu. Além disso, não podia sequer fazê-lo assinando com o seu nome verdadeiro. Numa fase de perda de autoconfiança e de perda de controlo e, pelos vistos, de descoberta a todos os níveis, a poeta partilha o desejo de ser lembrada na História, ainda que fazendo a distinção entre isso e a fama, que, aparentemente, considera perigosa, dispensando-a.

Numa entrevista ao The Hollywood Reporter, Alena Smith esclareceu como é que a série vai explicar o porquê de a obra de Emily Dickinson ter sido escrita em segredo e não ter sido publicada antes da sua morte: “A primeira temporada dá uma resposta, que é a patriarquia e o pai dela, que se opunha a mulheres a publicar. A segunda temporada vai ter uma reviravolta e dar uma resposta muito diferente, que é a de que a própria Emily tem uma relação bastante ambivalente com a fama”.

A série tem uma taxa de aprovação de 74% pelo Rotten Tomatoes. As críticas são “geralmente favoráveis”, de acordo com o Metacritic, que lhe atribuiu uma pontuação de 66 em 100, baseada em 29 críticos. Em termos de prémios, esteve nomeada para os GLAAD Media Awards, na categoria de Melhor Série de Comédia, e venceu o Prémio Peabody na categoria Entretenimento, sendo a primeira produção da Apple TV+ a conquistar este galardão.

Os figurinos caricatos da vila de Amherst, Massachusetts, estão de volta à Apple TV+ a 8 de janeiro. A cantora e atriz Hailee Steinfeld volta a dar vida à poeta Emily Dickinson, que retrata de uma forma cómica, aliando a perspetiva histórica e factual à necessidade de agradar audiências do séc. XX.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
A Todos os Rapazes Que Amei
‘A Todos Os Rapazes’. Último filme já tem trailer, e vêm aí mudanças a caminho