Teresa Guilherme no Big Brother: A Revolução da TVI
Fotografia: Instagram / Reprodução

TVI ganha domingo. ‘Big Brother’ lidera e ‘Somos Portugal’ bate máximo

A TVI venceu as audiências deste domingo (27), alicerçada numa tarde que registou um novo recorde e num horário nobre que bateu as repetições da SIC.

Big Brother – A Revolução (12,4% / 22,2%) entrou logo a liderar, enfrentando um compacto de melhores momentos de Isto É Gozar Com Quem Trabalha (10,7% / 18,2%). Depois disso, a estação de Paço de Arcos entrou com mais uma reposição, do 44.º Festival de Circo de Monte-Carlo, que se ficou por 5,1% de audiência média e 12,4% de share, valores que permitiram aos blocos do Big Brother intitulados O Duelo (10,8% / 25,4%) e Os Finalistas (9,5% / 32,1%) distanciarem-se no primeiro lugar.

Na RTP1, o The Voice Portugal (9,1% / 19,1%) esteve quase sempre na vice-liderança, com valores dentro dos que regista habitualmente.

Somos Portugal em máximos contra cinema

A vantagem noturna da TVI veio na sequência de uma tarde que também correu melhor que o habitual ao domingo. Somos Portugal – Adeus 2020 beneficiou da ausência do concorrente Domingão e chegou à maior audiência do ano: 9,8%, com um share de 18,7%. Apesar de tudo, a SIC ficou em primeiro à tarde por margem mínima.

A SIC foi líder com o primeiro filme da tarde, Smallfoot: Uma Aventura Gelada (9,5% / 19,8%), mas perdeu depois a vantagem com Power Rangers (8,9% / 17,6%). Ao fim da tarde, Liga da Justiça (11% / 19%) foi o filme mais visto deste Natal, ultrapassando um milhão de espectadores, e liderou por pouco, com uma vantagem de cerca de mil espectadores por minuto.

Liga da Justiça
‘Liga da Justiça’ foi o filme mais visto do Natal (Fotografia: Warner Bros)

Nos totais diários disponibilizados pela GfK/CAEM, a TVI chegou aos 18,3%, contra 16,8% da SIC. A RTP1 marcou 12,9% de quota de mercado. A Fox voltou a ser o canal mais visto do Cabo, com 3,4%, superando assim a CMTV, que se ficou pelos 3,1%. O Fox Movies marcou 2,2% e o Hollywood chegou aos 2,1%.

Numa publicação nas redes sociais, o diretor-geral de entretenimento da Impresa, Daniel Oliveira, destacou, contudo, que a estação que lidera venceu em 45 dos 52 domingos do ano, sublinhando ainda que foi a única generalista a subir aos domingos em 2020: de 17,5% para 19% na média de todos os domingos do ano.

Outros destaques

  • A tarde da RTP1 ficou acima dos 10% de quota de mercado, com Faz Faísca (4,8% / 10,2%) e Hoje é Domingo (5,6% / 10,5%) a marcarem valores acima da média. Apesar disso, o Telejornal (8,2% / 13,4%) ficou bastante abaixo dos concorrentes Jornal da Noite (13,8% / 22,5%) e Jornal das 8 (12,5% / 20,3%). Os informativos das estações privadas foram os dois programas mais vistos do dia.
  • O Primeiro Jornal (11,3% / 25%) teve mais 350 mil espectadores que o concorrente mais próximo, o Jornal da Uma (7,6% / 16,7%). O Jornal da Tarde (7,6% / 16,4%) ficou a dois mil de distância do segundo lugar.
  • Domingão: Festa na Rua (2,4% / 10,5%), um compacto emitido durante a manhã, registou os piores resultados do ano para o programa, chegando a ser superado pela CMTV, que emitia Notícias CM (1,1% / 6,4%).

 

Atualizado às 13h58 com retificação no primeiro parágrafo, que mencionava que a TVI tinha vencido a tarde.