A Máscara
Tiago Caramujo/SIC

Segunda edição de ‘A Máscara’ já tem data de estreia

A Máscara está de regresso à SIC. O formato apresentado por João Manzarra e promovido como sendo “o programa mais misterioso da televisão portuguesa” volta no dia 1 de janeiro.

Depois de uma primeira temporada em 2020 com início também a 1 de janeiro, a estação de Paço de Arcos volta a apostar neste talent-show. A versão portuguesa do The Masked Singer reúne um grupo de caras bem conhecidas do público que cantam dentro de uma máscara. O objetivo é o de protegerem a sua identidade durante o máximo tempo possível. No final, só um pode ganhar. Em 2020, Rita Guerra foi a vencedora e no leque de concorrentes estiveram Padre Borga, Raquel Tavares, Windoh, Sara Carreira, João Paulo Rodrigues, entre outros.

A segunda temporada continua a contar com os mesmos investigadores: César Mourão, Carolina Loureiro, Sónia Tavares e Jorge Corrula. O objetivo destas figuras é, de acordo com as pistas que recebem, o de adivinhar quem se esconde por detrás das máscaras. Apesar deste painel se manter igual, a novidade está nas máscaras que vão ser usadas.

Em relação às audiências, a temporada de estreia de A Máscara alcançou bons resultados, no geral. Cada programa era dividido em dois: uma parte emitida ao sábado e outra ao domingo. Aos sábados João Manzarra levava a liderança para a SIC, numa altura em que Mental Samurai era a aposta da TVI. Aos domingos o canal de Queluz sobrepunha-se com o Pesadelo na Cozinha, deixando a vice-liderança para A Máscara. Com o fim, na TVI, do programa de Ljubomir Stanisic e com a estreia de Dança com as Estrelas, A Máscara conseguiu subir ao primeiro lugar ao domingo.

Exatamente um ano depois da estreia absoluta, chega, então, uma nova temporada de A Máscara. Em 2021, a concorrência de João Manzarra será, a partir de 3 de janeiro, o Big Brother – Duplo Impacto, na estação de Queluz.

Mais Artigos
Handmaid's Tale
Vem aí o novo serviço on-demand dos canais TVCine