CBD cannabis
Fotografia: Aphiwat chuangchoem / Pexels

Qual a diferença entre Cannabis Indica e Sativa?

Sabias que existem duas classificações principais da Cannabis?

Ao entrares em sites especializados como https://www.royalqueenseeds.pt/ é fácil descobrir e entender a diferença entre os dois tipos principais de Cannabis: a Indica e a Sativa.

A Indica é de baixa estatura e tem folhas grossas, largas e muito aromáticas. O seu tamanho e o facto de ter ciclos de floração curtos tornam-na ideal para o cultivo no interior. Na sua maior parte, as variedades da Cannabis Indica são originárias da Ásia Central e do subcontinente indiano (Tibete, Nepal, Paquistão, Afeganistão, etc.).

Uma das características que as torna mais adequadas para um clima de inverno é o facto de as suas folhas se revestirem de uma espessa resina. Essa resina é o que as torna tão potentes, pois são embaladas com THC. São conhecidas pelos seus efeitos sedativos, que podem ser usados para ajudar os consumidores a adormecer se estiverem com problemas graves de saúde. Tem um forte odor o que é revelador da sua potência.

Quando comprares uma variedade Indica, irá perceber que os seus botões são compactos. Garanta que quando comprar, armazena bem os botões Indica, para assegurar que o cheiro não se espalha.

Os benefícios da Indica

A variedade da Indica é muito utilizada na produção de cremes CBD, para o tratamento da dor, uma vez que tem muitas propriedades anti-inflamatórias. Algumas delas reduzem a ansiedade e a sensação de stress.

De referir que os consumidores menos habituados à Indica, poderão sentir um aumento de ansiedade com a sua utilização. Somente os consumidores frequentes poderão beneficiar dos efeitos anti-ansiedade. Então se for o seu caso, em que é um consumidor pouco habituado, mas que quer reduzir a ansiedade, deverá optar por um produto CBD. É o THC da Indica que provoca o aumento da ansiedade.

A Indica também pode ser utilizada por doentes com cancro, pois reduz as náuseas associadas aos tratamentos e faz aumentar o apetite. Isto deve-se ao facto de o THC atuar nos recetores endocanabinoides reguladores do apetite.

As plantas da Sativa são altas em estatura e tem folhas estreitas. Têm longos ciclos de floração (entre 45 a 60 dias), o que significa que são mais adequadas para climas quentes, onde não correm o risco das geadas. As plantas Sativas podem atingir os 7,5 metros de altura e tendem a ter um odor mais refrescante que a Indica.

São conhecidas pelo seu efeito eufórico, podendo ser caraterizado como enérgico, criativo ou até mesmo psicadélico. Muitos artistas aproveitaram esse poder criativo para criar pinturas e músicas apreciadas por gerações.

Benefícios da Sativa

Pensa-se que as variedades de Sativa tenham efeitos energéticos semelhantes aos de beber uma chávena de café. Isso faz com que seja mais frequentemente recomendada para uso de aqueles que precisam de estudar ou trabalhar.

São também recomendadas para pessoas que têm problemas de paranoia e ansiedade. Fumar Sativa dá-lhes uma sensação de bem-estar e colocar os pensamentos a fluir. As variedades da Sativa são provenientes de regiões equatoriais (Sul da Índia, Tailândia, México, Jamaica, etc.).

Dentro das mesmas condições, as Sativas crescem mais que as Indicas.

Todo o cânhamo industrial é classificado como Sativa e é extraído das variedades de cânhamo certificadas pela UE.

Sendo a Cannabis Sativa mais estimulante, recomenda-se a sua utilização durante o dia. E como a Cannabis Sativa contêm <0,2% de teor de THC, pode ser usada a qualquer hora do dia, pois não vai provocar quaisquer efeitos que te deixem “pedrado”.

Mais Artigos
Debates
Audiências. André Ventura participou nos três debates mais vistos