Virgin River
Virgin River

O amor está no ar na segunda temporada de ‘Virgin River’

Virgin River estreou em dezembro de 2019 na Netflix e conta, até à data, com apenas uma temporada, composta por 10 episódios. No entanto, já se encontra renovada, sendo que a segunda temporada, que conterá o mesmo número de episódios, tem data de estreia marcada para esta sexta, 27 de novembro.

Criada por Sue Tenney, baseia-se na saga literária homónima, de Robyn Carr. Aliando romance a drama, acompanha a vida de Mel Monroe, uma enfermeira que abandonou a sua vida na cidade para ir viver para a vila recatada de Virgin River, em busca de trabalho e também para ter um novo começo.

Na segunda temporada desta série, que é maioritariamente produzida em Vancouver, no Canadá, estarão de volta os atores Alexandra Breckenridge (Mel Monroe), Martin Henderson (Jack Sheridan), Colin Lawrence (John Preacher), Annette O’Toole (Hope McCrea), Tim Matheson (Vernon Mullins ‘Doc’), Jenny Cooper (Joey Barnes), Lauren Hammersley (Charmaine Roberts) e Lexa Doig (Paige Lassiter). Teremos também algumas caras novas: Carmel Amit (Jamie), Keith MacKechnie (Nick), Donald Heng (George), Steve Bacic (Wes), Lane Edwards (Xerife Duncan), Thomas Nicholson (Leo Cavanagh) e Marco Grazzini (Mike). 

Os episódios terão os seguintes títulos (por ordem): “New Beginnings”, “Taken by Surprise”, “The Morning After”, “Rumer Has It”, “Can’t Let Go”, “Out of the Past”, “Breaking Point”, “Blindspots”, “Hazards Ahead” e “Blown Away”.

Sabe-se que a segunda temporada irá começar exatamente onde a primeira terminou e, pelo trailer, conseguimos perceber uma continuação lógica da história. No final da temporada inaugural, Mel abandona Virgin River ao descobrir que a sua nova paixão, Jack, engravidou Charmaine, a sua ex-namorada. Jack confessou amar Mel e ter sido uma gravidez acidental e indesejada, uma vez que já não queria estar com Charmaine. Mel, chocada e desiludida, achou por bem afastar-se para não ter de lidar com o dilema de separar um casal que, em pouco tempo, teria um filho.

No entanto, como vemos pelo trailer, Mel não demora a regressar à vila recatada, aparentemente para prosseguir com o trabalho. Jack mostra-se visivelmente afetado, uma vez que a sua amada partiu sem mais nem menos, sem um único aviso. Ainda assim, dá para entender que rapidamente a perdoará e voltarão para os braços um do outro. O triângulo amoroso mantém-se e deixa-nos a refletir acerca do que poderá acontecer: Mel irá desistir permanentemente deste amor? Jack afastar-se-á de Charmaine? Irão partilhar a paternidade, com a ajuda da ‘madrasta’ Mel? Quem sabe. (Nós saberemos daqui a uns dias).

Em entrevista ao TV Line, os atores que interpretam os dois protagonistas fizeram algumas revelações acerca daquilo que podemos esperar da parte destes pombinhos. Alexandra Breckenridge sublinha que Charmaine é uma personagem ligeiramente louca e manipuladora, talvez a dar a entender que não será tão fácil assim descalçar a bota. Martin Henderson defende a sua personagem, enfatizando o seu “sentido de honra e dever“, que em parte se deve ao facto de ter integrado a marinha, e que ajuda a explicar o porquê de ele querer estar presente para a mãe do seu futuro filho. “Infelizmente, esses deveres colidem frequentemente com o que a Mel quer, o que cria um triângulo complicado entre os três. Todos procuram algo, e a negociação é tramada”, comenta.

Quanto aos dois enquanto pessoas individuais, Henderson revela que Jack ainda está a batalhar contra os demónios que trouxe consigo do Iraque. A pressão de toda esta história com o bebé não vai, de todo, ajudar. “Estou satisfeito por estarmos a explorar mais esse aspeto dele. Ele não é só um herói de um romance. É imperfeito e está complicado“. Quanto a Mel, depois de todo o luto que tentou superar na primeira temporada, está agora a tentar abrir o seu coração novamente. “Ela é uma sobrevivente. Vai voltar a erguer-se e tirar o melhor partido disso”, afirma Breckenridge, confiante.

É evidente que o amor está no ar. Doc e Hope conseguiram trabalhar as suas diferenças e agora, como adolescentes, estão juntos às escondidas do resto da população. O médico e a presidente da câmara andaram a maior parte da primeira temporada às turras, como cão e gato, até se aperceberem (um pouco tarde) de que não viviam um sem o outro. O amor irá tocar em todas as idades, mas teremos, decerto, vários desgostos. Os segredos não permanecem escondidos para sempre e os mistérios acabam por se desvendar. É expectável que, nesta temporada, saibamos o que se passa, afinal, na vida de Paige, que está visivelmente ocupada com Preacher.

O melhor teaser é mesmo aquilo que Sue Tenney confidenciou ao TV Line: “Verão Jack e Mel lutarem contra a sua atração na segunda temporada, e verão o que acontece se eles sucumbirem perante ela. Verão o que isso significará para o futuro – e como este se tornará bastante complicado nos últimos momentos da temporada.” Será que é só mesmo nos últimos momentos? Estes dois não costumam ver a sua vida facilitada, muito menos no que ao seu romance diz respeito.

Virgin River estará de volta com uma nova temporada a 27 de novembro, na Netflix.

Mais Artigos
pieces of a woman
Crítica. ‘Pieces of a Woman’, um retrato de dor e de luto