Gamer Sapiens
Fotografia: Canal História/Divulgação

‘Gamer Sapiens’. A nova série documental que une a História aos videojogos

A produção do Canal História estreia no dia 4 de dezembro

“A História entra em jogo”. É este o mote de Gamer Sapiens, a nova série documental do Canal História que estreia a 4 de dezembro. A produção explora vários momentos históricos tendo os videojogos como ponto de partida. O Espalha-Factos viu os primeiros momentos da série e diz-te o que esperar da novidade.

Ao longo de seis episódios, Gamer Sapiens promete um tratamento rigoroso dos factos. A produção analisa momentos chave da História da Humanidade, passando pela génese de diferentes civilizações ao longo dos séculos ou períodos mais conturbados como a Segunda Guerra Mundial, sem esquecer a origem dos primatas.

São ainda revistos momentos como a Idade de Ouro dos Piratas, a Idade Média, passados e futuros alternativos ou as Culturas Clássicas – antigo Egipto, Império Romano e Grécia clássica. O intuito é separar a criatividade dos videojogos com a realidade.

 

“Os videojogos permitem-nos vivenciar tempos passados na primeira pessoa e ser o protagonista de factos históricos, aprendendo sobre os costumes, personagens e sobre acontecimentos que fazem parte do imaginário coletivo. Esta é uma abordagem única em televisão que esperamos que os nossos telespectadores apreciem”, salientou Sergio Ramos, vice-presidente de programação do The History Channel Iberia na apresentação da série esta quinta-feira (26).

Por sua vez, David Martinez, editor-chefe da revista Hobby Consolas e especialista de videojogos, acrescenta também que o intuito de Gamer Sapiens não consiste em “converter não gamers em gamers”, mas sim “narrar os acontecimentos [históricos] de forma precisa”. 

Serão várias as reconhecidas sagas de videojogos a ser referenciadas ao longo dos episódios, certamente esperadas pelos jogadores – de acordo com a Sociedade Portuguesa de Ciências dos Videojogos, estima-se que existam três milhões de gamers ativos no nosso país. Desde The Last of Us, passando por Age of Empires ou Civilization, a lista é diversificada e atravessa vários géneros de de jogos.

O que esperar do primeiro episódio?

O Espalha-Factos teve a oportunidade de assistir ao primeiro episódio de Gamer Sapiens, dedicado aos piratas. Ao longo de 40 minutos, é possível comprovar que os videojogos são utilizados apenas como ponto de referência e é através deles que a narrativa estabelece vários elos de ligação com os factos históricos.

Neste episódio em concreto, exploram-se as origens e as diferentes vertentes dos piratas da ‘vida real’, desde o período dos Descobrimentos e sem esquecer alusões a situações mais contemporâneas, como o caso das Piratas da Somália.

Fotografia: Canal História/Divulgação

Há vários videojogos que partilham esta temática, como The Secret of Monkey Island e Sid Meier’s Pirates!, que são mencionados e servem como ponto de partida para explicar os factos históricos ao longo do episódio. A exploração é sustentada com os testemunhos de diversos especialistas, investigadores históricos e conceituadas figuras ligadas à marinha.

Se os próximos episódios mantiverem este registo, é esperado que seja uma série pertinente para os entusiastas de videojogos, mas sem esquecer a História como principal ingrediente destes documentários.

Gamer Sapiens estreia dia 4 de dezembro, às 22h15, no Canal História. Os restantes episódios vão para o ar todas as sextas-feiras à mesma hora.

Mais Artigos
Zena André Abrantes
Big Brother. Imagens explícitas de Zena e André Abrantes motivam “repúdio” da Endemol