Emma Corrin
Fotografia: Netflix / Divulgação

Netflix duplica investimentos em séries do Reino Unido

A Netflix gastou 842 milhões de euros em séries inglesas e pretende continuar a apoiar este tipo de conteúdo

A Netflix gastou 842 milhões de euros em séries inglesas depois do sucesso de The Crown, Sex Education e The Witcher. A plataforma de streaming registou um aumento de 100% nos orçamentos, quando comparado com os 420 milhões de euros gastos ano passado. Bela Bajaria, responsável pela programação mundial da plataforma, confirmou à Deadline que faz intenção de continuar com o investimento.

Um representante da plataforma disse em comunicado que “o Reino Unido tem sido um mercado incrivelmente importante para a Netflix e estamos orgulhosos por podermos alargar os nossos investimentos nas indústrias criativas inglesas”. E continuou: “‘The Crown’, ‘Sex Education’ e ‘The Witcher’ são algumas das séries que foram feitas no Reino Unido este ano e que serão vistas mundialmente. E estes programas são uma prova do que talento que existe aqui (Reino Unido)”, revelando ainda que a Netflix pretende continuar “a investir no melhor conteúdo independentemente do género, e (…) a apoiar produções britânicas durante muitos mais anos”.

A gigante do streaming já assinou alguns contratos. Em julho, investiu na produtora dos criadores de Black Mirror, Broke And Bones, sendo este o primeiro contrato com uma empresa inglesa na história da plataforma. Há um ano, assinou um outro de quatro anos com o Peter Morgan, criador de The Crown. No mês passado, fechou negócio com outra criadora da série, Suzanne Mackie, para ajudar a lançar a produtora Orchid Pictures.

Embora estes investimentos sejam bem-vindos, já agitaram águas no meio das produtoras nacionais inglesas. O facto da Netflix não ter anunciado a decisão formalmente originou algum criticismo. Na opinião das produtoras mais pequenas, a plataforma está a mostrar alguma falta de sensibilidade e a usurpar alguns talentos nacionais, o que pode levar à deterioração dessas mesmas produtoras.

Ainda face à presença da Netflix em território inglês, Bajara disse à Deadline que “a nível mundial, o Reino Unido é um dos melhores locais para produções de cinema e televisão” e que está “orgulhosa” que a plataforma esteja a fazer parte “desse ecossistema”.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Night Stalker: Caça a um Assassino em Série
‘Night Stalker: Caça a um Assassino em Série’ chega à Netflix