Anatomia de Grey
Fotografia: Divulgação

Porque ‘Anatomia de Grey’ decidiu infetar personagens com a Covid-19

O terceiro episódio da nova temporada traz um diagnóstico positivo ao vírus a um dos membros da equipa médica.

Embora o terceiro episódio da mais recente temporada de Anatomia de Grey apenas estreie em Portugal no dia 25 de novembro, na Fox Life, o capítulo intitulado My Happy Ending está a dar que falar entre os muitos fãs da série ao continuar a trazer para o ecrã a realidade da pandemia.

O terceiro episódio, já exibido nos Estados Unidos, revela que Meredith Grey (Ellen Pompeo), a personagem principal da série, – spoiler alert – está infetada com Covid-19. A médica tem de ser hospitalizada e, flutuando entre a consciência e a inconsciência, Meredith chega a ter medo de fechar os olhos com receio de nunca mais os voltar a abrir.

O estado instável em que se encontra faz com que a doutora Grey tenha visões, em que imagina que está reunida com o seu falecido marido, Derek Shepard (Patrick Dempsey), numa praia. Derek e Meredith são um dos casais mais adorados do mundo das séries, tendo este ‘reencontro’ emocionado os fãs mais assíduos.

Uma das produtoras da série, Krista Vernoff, revelou ao The Hollywood Reporter as razões pelas quais decidiram que Meredith iria estar infetada pelo coronavírus. “Na semana passada sentimos a dor, enquanto médica, que Meredith Grey sentiu enquanto tratava de onda precoce de pacientes com Covid. Esta semana começamos a sentir o que ela sente enquanto paciente com Covid,” explicou.

A série pretende retratar os profissionais de saúde na linha da frente que faleceram ou ficaram infetados com a Covid-19. “Vimos uma oportunidade de representar e homenagear o seu esforço através de uma personagem muito conhecida. (…) A Meredith tem uma batalha à sua frente. E… ela tem aquela praia. Escuridão e luz. É uma temporada emocionante,” acrescentou a produtora.

A decisão dos autores quer consciencializar os cidadãos e surge numa altura em que o número de infetados pela doença cresce exponencialmente todos os dias. Anatomia de Grey, uma das séries médicas mais vistas, não só na televisão americana, como também nos 250 países onde é transmitida, pode impactar os espectadores, explica Krista Vernoff: Os médicos e os enfermeiros estão a lutar por nós e a arriscar as suas vidas por nós. O mínimo que podemos fazer é usar máscara, manter a distância social e ficar em casa sempre que for possível.”

A produtora explica ainda que inicialmente, quando foi discutida a ideia de escrever sobre a pandemia, não se mostrou muito a favor da ideia. No entanto, a mesma mudou de ideias, defendendo que a maior série médica ignorar a maior história médica do século seria irresponsável perante a comunidade médica.” Contar a história de forma correta traz, no entanto, alguns desafios: Como contamos esta dolorosa história que tem atingido a comunidade médica tão intensamente e que mudou permanentemente a medicina? E como criamos profundidade? Como criamos romance, comédia, alegria e diversão? Este é o desafio desta temporada.”

O terceiro episódio de Anatomia de Grey, exibido em Portugal na próxima quarta-feira (25), na Fox Life, vai mostrar todos os médicos a serem testados à Covid-19. Para além de Meredith, também o cirurgião Tom Koracick (Greg German) irá testar positivo para o vírus.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
The Weeknd After Hours
The Weeknd reforça críticas aos Grammys e é apoiado por Elton John e Drake