Mão de Midas
Fotografia: Divulgação

‘Mão de Midas’. Um mistério por resolver no novo sucesso espanhol da Netflix

Série acompanha um milionário que sofre uma chantagem. Promete ser viciante.

Mão de Midas, com o título original Los Favoritos de Midas, é a nova minissérie espanhola da Netflix. Ameaças de morte e um enigma por resolver são os ingredientes da produção, que já está no top português da plataforma de streaming.

A trama é inspirada num conto de Jack London de 1901. A história passa-se em Madrid dos nossos tempos e acompanha um milionário, Victor Genovés (Luis Tosar), que é alvo de chantagem.

O milionário recebe um envelope lacrado, com uma mensagem educada, mas assustadora. Genovés tem dez dias para vender ações da sua empresa e conseguir reunir 50 milhões de dólares, aproximadamente 42 milhões de euros. A ameaça vem de um grupo que se autointitula de “Os Favoritos de Midas“. Se Victor não pagar, uma pessoa escolhida de forma aleatória vai morrer.

Ao longo do tempo, o grupo vai adicionando novas vítimas, até conseguir o seu objetivo. O milionário fica assim perante um mistério e um dilema: de um lado uma fortuna, do outro, a vida de alguém que não conhece. Quantas mortes será Victor capaz de carregar nos ombros? 

Mão de Midas conta com seis episódios e tem demonstrado, ao figurar entre os favoritos na plataforma, que o público português continua a seguir com atenção a ficção do país vizinho.

Em entrevista ao El País, o ator galego admite que não foi fácil encontrar a empatia e as justificações morais para a forma como a sua personagem se vai deixar enredar na história. “Mateo e eu procurámos, sempre, encontrar justificações morais para a personagem”, explica.

Foi difícil para nós. Era difícil encontrar empatia para acompanhar este tipo. Foi um processo quase de investigação de nós mesmos, de saber até onde poderíamos ir se nos apertassem contra as cordas dessa forma”, explica. “Uma conclusão a que sempre chegámos foi que com o dinheiro de outra pessoa é muito mais fácil tomar decisões: pague os 50 milhões e pare com a chantagem. Mas quando o dinheiro pertence a alguém, os problemas começam”.

Lê também: ‘Era Uma Vez Em…’: Quentin Tarantino assina acordo para dois livros

O elenco

Mão de Midas conta com um elenco muito sólido, de onde fazem parte Luis Tosar, Guillermo Toledo, Marta Belmonte, Carlos Blanco e Marta Milans, os principais nomes desta série que promete ser viciante.

Os criadores da série, Mateo Gil e Miguel Barros, trabalharam numa primeira versão ainda em 2001, exatamente cem anos após a publicação da história original de Jack London, com o mesmo título. Na altura, o conto de cerca de oito páginas foi transformado num guião para um filme. Mas o tempo era apertado para a narrativa que se queria desenvolver.

Com a crise financeira de 2008, o projeto não conseguiu avançar. Surge agora, quase 20 anos depois desde o primeiro esboço. 

Esta é mais uma aposta da Netflix, que tem encontrado na produção audiovisual espanhola um trunfo de peso que já vai bem além do sucesso de La Casa de Papel. A primeira temporada de Mão de Midas está disponível na íntegra na Netflix.

Lê também: Wonder Girl. Próxima superheroína da CW vai ser brasileira
Mais Artigos
Judite Sousa
Judite Sousa: regresso à televisão “não se vai pôr agora”