grace kelly
Grace Kelly no filme 'Rear Window' | Fotografia: Divulgação

Grace Kelly. A atriz de Hollywood que se viu destruída pelo título de princesa do Mónaco

Grace Kelly conquistou bem cedo o seu lugar em Hollywood, mas entre todo o sucesso e admiração mundial, foi o título de Princesa do Mónaco que lhe retirou tudo o que tinha contruído até então. No espaço de cinco anos, este ícone de beleza passou de atriz realizada a esposa amargurada.

Graciebird, como era carinhosamente chamada pela família e amigos, nasceu a 12 de novembro de 1929 e celebraria esta quinta-feira (12), 91 anos. Enquanto cresceu e estudou numa comunidade predominantemente católica nos subúrbios da Filadélfia, participou em várias peças de teatro que a fizeram descobrir o amor pela representação.

Uma carreira curta mas recheada de sucessos e premiações

Grace enfrentou a desaprovação dos pais quanto à carreira que queria seguir e mudou-se para Nova Iorque, onde ganhava 400 dólares por semana a trabalhar como modelo. A decisão de participar numa audição para a Academia Americana de Artes Dramáticas foi o passo que tornou o sonho de Grace Kelly realidade e a empurrou para as luzes da ribalta. No total, Grace marcou presença em onze filmes, mas foi com a performance na longa metragem High Noon, de Fred Zinnerman, que se transformou num fenómeno à escala mundial.

Em 1953, depois da audição para o romance Taxi (um papel que acabou por não conseguir), Alfred Hitchcock pediu para se encontrar com a atriz e a conversa resultou numa colaboração perfeita. Grace passou a ser uma das ‘Musas de Hitchcock’ e protagonizou três dos filmes maiores filmes do produtor: Dial M for Murder, Rear Window e To Catch a Thief. De acordo com a imprensa da época, Grace chegou a admitir que “foi o Alfred quem me explicou que as cenas de assassinato deviam ser filmadas como cenas de amor e as cenas de amor como cenas de assassinato”.

grace kelly e alfred hitchcock
Grace Kelly e Alfred Hitchcock no set do filme ‘Dial M for Murder’, em 1954

Com uma graciosidade e talento inquestionáveis, a atriz de pele pálida, traços delicados e cabelo loiro perfeitamente ondulado recebeu dez nomeações aos principais prémios da indústria cinematográfica mundial, dos quais venceu seis, incluindo o Globo de Ouro de Melhor Atriz em filme dramático, em 1954, e o Óscar de Melhor Atriz, em 1955, todos pelo seu desempenho no filme The Country Girl.

Ruína económica que resultou num casamento inesperado

Quando o Príncipe Rainier Louis do Mónaco assumiu o trono, em 1949, descobriu que a riqueza da cidade tinha sofrido grandes danos após a guerra. Embora já tivessem em vista algumas estratégias para recuperar a economia, os planos caíram por terra quando a França se estabeleceu como rival da cidade e o príncipe precisava desesperadamente de uma solução.

Assim, em 1955, a atriz conheceu aquele que viria a ser o seu marido no Festival de Cinema de Cannes. Grace foi convidada para uma sessão fotográfica com o príncipe Rainier III durante o Festival e esta foi a primeira vez que o futuro casal se conheceu. Na altura, a atriz mantinha um relacionamento com o ator francês Jean-Pierre Aumont mas a relação terminou pouco tempo depois.

Apenas um ano depois, numa decisão completamente inesperada, Grace tornou-se oficialmente membro da realeza ao casar com o Príncipe Rainier Louis. Com apenas 26 anos de idade, era improvável que Grace desistisse da carreira de atriz, porém, ao tornar-se um membro da realeza, os sacrifícios começaram a surgir e a princesa desistiu da carreira e da cidadania americana para se poder dedicar aos seus deveres reais, algo que ela achava valer a pena na época.

grace kelly e rainier III
Casamento de Grace Kelly com o Príncipe Rainier III do Mónaco

Traições e humilhação pública

Ao aceitar esta vida nova, e como (quase) todas as princesas, Grace Kelly teve de obedecer a regras restritas da realeza. Uma delas que incluía fazer um teste de fertilidade antes de casar e o motivo era óbvio: o príncipe queria a garantia de que a esposa lhe viesse a dar um herdeiro, algo crucial para a monarquia. Felizmente, Grace não tinha problemas de fertilidade, então o príncipe deu luz verde ao casamento.

Se, para a economia do Mónaco, o casamento real resultou, para Grace o cenário era diferente. Ao início, tornar-se a Princesa do Mónaco parecia ser algo emocionante mas, poucos meses depois do “sim”, as relações extraconjugais de Rainier III vieram a público e deixaram a princesa totalmente humilhada. Grace não se sentia amada e a relação passou a focar-se apenas na riqueza que a atriz conseguia atrair para o país.

A infelicidade que consumiu a Princesa do Mónaco

Se Grace pensava a carreira de atriz tinha terminado, o estatuto de princesa provou-lhe que estava redondamente enganada. Em ‘The Bridesmaids’, um livro lançado por Judith B. Quine em 1990, temos uma visão da vida de Grace pelos olhos das seis amigas que escolheu como damas de honor. Nas palavras da autora “todos os dias, a princesa era forçada a interpretar o papel de esposa amorosa e leal, especialmente em público”.

Fruto desta relação, nasceram três herdeirosCaroline, Albert e Stéphanie. De acordo com os filhos da princesa, Grace Kelly não era uma mãe muito carinhosa. A própria princesa Caroline, a mais velha dos irmãos, contou que passava mais tempo com a babysitter do que com a mãe mas Grace chegou a admitir que era muito rígida quando se tratava da educação dos filhos.

grace kelly com a família
Grace Kelly, Princesa do Mónaco com o marido e os três filhos, Stéphanie, Albert e Caroline

Segundo a atriz, quando se tratava de Albert, uma palavra mais brusca era o suficiente para controlar o comportamento do pequeno príncipe. No entanto, Grace declarou publicamente que, quanto a Caroline “devia ter-lhe dado umas palmadas durante mais tempo”. Considerando a postura elegante da Princesa do Mónaco, o seu temperamento em relação aos filhos é um pouco chocante de aceitar.

A trágica e inesperada morte de Grace Kelly

No dia 13 de setembro de 1982, o mundo perdeu um ícone. De acordo com o The Independent, Grace ia levar a princesa Stéphanie à escola, em Paris, quando perdeu o controlo do carro numa curva fechada e se despenhou por uma encosta com mais de 30 metros.

Grace Kelly sofreu uma hemorragia cerebral e foi levada de emergência para o hospital, onde esteve ligada ao suporte de vida durante algumas horas. Sem qualquer esperança de vida ou recuperação, no dia seguinte ao acidente, o Príncipe do Mónaco decidiu desligar as máquinas e Grace faleceu aos 52 anos.

A Princesa Stéphanie sofreu apenas alguns ferimentos ligeiros e recuperou totalmente. No livro ‘Rainier and Gra+ce: An Intimate Portrait’, a princesa recorda o pânico da mãe quando tentou travar mas percebeu que os travões não funcionavam.

Quem não pôde comparecer presencialmente ao funeral, despediu-se deste símbolo de beleza através da cerimónia transmitida pela televisão que, de acordo com o Chicago Tribune, reportou quase 100 milhões de espectadores.

Outros factos pouco conhecidos sobre a vida de Grace Kelly

  • Grace recusou-se a fumar em todos os filmes, excepto um. O thriller de Alfred Hitchcock, ‘Rear Window’, de 1954, é o único filme em que Grace fuma um cigarro.
  • A atriz pagou 2 milhões de dólares para se casar com o príncipe. Este pedido era uma das tradições da aristocracia europeia, apesar do pai da atriz se ter recusado a pagar tal montante. Quando perceberam que o casamento poderia estar em perigo, Grace pagou metade e a família cobriu a outra metade da quantia.
  • Os filmes em que Grace participou foram proibidos no Mónaco. O príncipe do Mónaco opôs-se tanto à carreira de Grace que proibiu a exibição dos filmes da esposa no Mónaco. Ironicamente, foi a fama de Grace em Hollywood que despertou o interesse de Rainier III, porque ele acreditava que isso ajudaria a impulsionar o turismo no país.
  • A cara de Grace está marcada em moedas de euro. Em 2007, a cidade do Mónaco assinalou o 25º aniversário da morte de Grace Kelly ao carimbar o retrato da princesa em moedas de 2€.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Dia de Cristina Cristina Ferreira
‘All Together Now’. Gravações já decorrem com medidas de segurança adicionais