Árvore de Natal do Porto
Fotografia: CM Porto

Porto sem árvore de Natal devido à Covid-19

A Câmara Municipal do Porto suspendeu a agenda de festejos, em ano de pandemia.

A Câmara Municipal do Porto anunciou esta terça-feira (10) que decidiu suspender a agenda de festejos natalícios. Eventos como a iluminação da Árvore de Natal na Avenida dos Aliados, fogo de artifício no Ano Novo, ou pistas de gelo, não se realizarão devido à situação atual da pandemia.

Segundo um comunicado publicado no site da autarquia, “as medidas hoje anunciadas pelo Município do Porto, a cerca de um mês e meio do Natal, não comprometem a iluminação das ruas da cidade“.

A larga agenda de festejos, promovida pela empresa municipal Ágora — Cultura e Desporto do Porto, incluiria também teatros de rua, contos para crianças, e mini concertos espalhados pela cidade Invicta.

No mesmo comunicado, a câmara explica a decisão, dizendo que a ocorrências destes eventos “poderia tornar-se foco de aglomeração de pessoas“, pois “nos últimos anos tem levado milhares de portuenses e visitantes à Avenida dos Aliados“.

A autarquia, na mesma nota, realça ainda a importância de fazer algumas compras de Natal antecipadamente, para “não sobrecarregar o comércio da cidade nos dias antecedentes ao 25 de dezembro“. Informa também de “uma posição coordenada com os comerciantes e que constitui, para os próprios, um fator de proteção acrescido para a manutenção da sua atividade, tão relevante para a economia da cidade“.

Em outros pontos do país, como Torres Vedras, a tradição mantém-se. Na terça-feira (10), o Natal chegou às ruas do município, com a inauguração das iluminações natalícias. Carlos Bernardes, presidente da câmara, apelou ao cumprimento das regras impostas, como o uso de máscara na via pública e o distanciamento social.

Na Europa, o Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) alertou em outubro que a celebração do Natal dependeria “muito” das medidas adotadas pelos países europeus. “Ainda falta algum tempo até ao Natal, mas penso que a forma como o Natal será celebrado depende muito do que for feito agora”, disse o director do departamento de Vigilância do ECDC, Bruno Ciancio, em entrevista à agência Lusa. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já tinha antes alertado para a necessidade de “repensar o Natal em família“.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Festival da Canção 2020 Elisa e Marta Carvalho
Festival da Canção 2021. Final acontece em estúdio sem público