Leonor Poeiras
Fotografia: D.R.

Leonor Poeiras avança com processo contra TVI

Leonor Poeiras vai avançar com um processo judicial contra a TVI. A decisão está relacionada com a sua dispensa do canal, segundo a apresentadora. A intenção foi revelada num direto feito na sua página oficial de Instagram.

Posso dizer-vos que durante este verão e até por várias razões…pela TVI e tudo…fiquei com imensas dúvidas sobre os meus direitos e fui estudar. Fui procurar um advogado, Dr. Garcia Pereira, e, obviamente, tive uma conversa com ele muito longa sobre o direito do trabalho em que descobri muitas coisas e decidimos em conjunto avançar judicialmente“, esclareceu a apresentadora no Instagram.

O desentendimento entre Leonor Poeiras e a TVI começou quando a comunicadora soube através das redes sociais de que não iria apresentar a segunda temporada de Cabelo Pantene — O Sonho, o último formato pela qual deu a cara em nome próprio, na primeira edição. A segunda temporada foi entregue a Luís Borges e Ana Sofia Martins.

Apresentadora sente-se “ignorada”, TVI salienta que não foi “despedida

Leonor Poeiras
Fotografia: TVI

Na altura, a apresentadora lamentou a atitude da estação ao ser “ignorada” e alegou ter sido “dispensada” pelo atual diretor geral da TVI, Nuno Santos. Leonor Poeiras esteve 17 anos na TVI e era uma das caras da estação.  “Dispensaram-me a partir do momento em que me tiram do programa e eu sei disso pelas redes sociais. Cresceu em mim um sentimento que nunca tinha experienciado. Passei a ser completamente ignorada e sofro. Passou a ser como os meus seguidores me diziam: ‘Então, só a chamam para tapar o buraco?‘”, explicou a comunicadora.

Apesar de se dedicar a projetos televisivos apenas na TVI, há vários anos que a apresentadora não tinha contrato de exclusividade com o canal de Queluz de Baixo. Segundo a revista Nova Gente, o canal da Media Capital rejeitou tecer comentários sobre o assunto, “além dos que fez na época” da polémica. Após as declarações de Leonor Poeiras, em julho, a estação de Queluz de Baixo reagiu às palavras proferidas pela apresentadora através da diretora de comunicação da Media Capital, na altura, Helena Forjaz. “Nós tínhamos outras coisas para lhe dar, mas ela não estava disponível para os projetos que tínhamos para ela“. A responsável salientou ainda que a apresentadora “não tinha vínculo contratual com a TVI” e que, por isso, “não pode ter sido despedida“.

Porém, Leonor Poeiras desmentiu esta informação, explicando que não participou nesses projetos, nomeadamente no Somos Portugal, por motivos de saúde. Devido à surdez parcial de que sofre, não era possível aceitar esse projeto, e considerou-a como uma “não proposta”, em que receberia apenas 50% do cachet habitual.

Mais Artigos
robbie williams
Vida de Robbie Williams chega ao cinema em ‘Better Man’