Cinema
Cinema (Fotografia: Erik Witsoe/ VisualHunt)

Cinema. Outubro com menos 82% de espectadores que em 2019

As salas de cinema portuguesas registaram menos 82,1% de espectadores em outubro face ao mesmo período em 2019. As receitas de bilheteira também desceram em níveis semelhantes, revelou o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) esta terça-feira (10).

No mês passado, as salas de cinema registaram 249 mil espectadores, uma descida de 82,1% face ao período hómologo. Em número de entradas nos cinemas isto traduz-se em menos 1, 14 milhões de espectadores. Enquanto em agosto e setembro os números melhoravam após os meses de confinamento, outubro volta a descer em espectadores e receita bruta.

Evolução mensal de espectadores do Instituto de Cinema e Audiovisual
(Fotografia: ICA)

Em comparação com o ano de 2019, registou-se uma quebra acumulada de 72,7%, o que significa que em 2020 as salas de cinema tiveram menos 9,3 milhões de espectadores do que no ano passado, até outubro. As receitas também desceram em 72,3% face a 2019. Se no ano passado as salas de cinema já tinham arrecadado receitas no valor de 68,9 milhões de euros, este ano ainda só acumularam receitas no valor de 19,1 milhões.

Mas não foram só os espectadores e receitas que diminuiram. Também houve menos estreias em 2020. Este ano estrearam-se 210 filmes nos cinemas, menos 119 face ao ano passado.

Cinemas em risco

Com estes números, vários cinemas estão em risco de fechar. A Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais (FEVIP) avisou na semana passada que metade das salas de cinema do país encontram-se em risco de encerramento, se não receberem apoios do Estado.

Estamos a atravessar um período negro, de que ninguém tem culpa, e temos de encontrar soluções, todos, que nos permitam ultrapassar isto, sob pena de fechar”, disse o diretor-geral da FEVIP, António Paulo Santos, à Lusa.

Os filmes que levaram mais pessoas ao cinema em outubro foram Greenland — O Último Refúgio, de Ric Roman Waugh, um constante no top semanal desde a estreia, Liga dos Animais Fantásticos, de Reinhard Klooss, Tenet, de Christopher Nolan, o português Listen — que tem quebrado recordes , de Ana Rocha Sousa, e Mãe Fora, Dia Santo em Casa, de Ludovid Bernard.

A primeira semana de novembro contou com 44 mil e 600 espectadores, menos 19,5% que na semana anterior. É ainda cedo para saber como correrá este mês, dado que as novas medidas aprovadas em Conselho de Ministros obrigaram os cinemas a alterar os seus horários de funcionamento, com alguns até a fechar nos fins-de-semana em que vigora o recolher obrigatório.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.