Sophia Loren

Óscares 2021: Sophia Loren pode quebrar recordes com ‘The Life Ahead’

A atriz de 86 anos protagonizou o filme 'The Life Ahead' e pode dar que falar na 92.ª cerimónia dos Óscares

A atriz Sophia Loren pode quebrar recordes na noite de Óscares do próximo ano, depois de ter participado no filme original da Netflix, The Life Ahead, de Edoardo Ponti.

Em 2021, o Óscar de Melhor Atriz conta, por enquanto, com veteranas que podem vir a ser nomeadas graças aos papéis que interpretaram ao longo do ano. É o caso de Meryl Streep, Michelle Pfeiffer e Ellen Burstyn.

Na lista encontra-se também Sophia Loren, uma das atrizes da Idade de Ouro de Hollywood. A atriz participou em The Life Ahead (La vita davanti a sé), um filme realizado pelo filho Edoardo Ponti. Depois de 11 anos de pausa, a atriz dá vida a Madame Rosa no mais recente projeto da Netflix.

Recordes que podem ser quebrados na cerimónia do próximo ano

Sophia Loren conseguiu a sua primeira estatueta de ouro em 1962, depois de ter participado no filme Duas Mulheres (La Ciociara), tornando-se na primeira atriz a ganhar um Óscar graças a um filme em língua estrangeira. Em 2021, fará 56 anos desde a sua última indicação a uma estatueta dourada e, caso seja nomeada, a atriz quebrará um recorde detido por Henry Fonda, o ator que esperou mais anos para voltar a ser nomeado. Fonda foi indicado em 1941 graças ao seu papel em As Vinhas da Ira, e só voltou a ser indicado 41 anos depois, em 1982.

Ao ser indicada ao Óscar de Melhor Atriz, Loren, com 86 anos de idade, será ainda a atriz mais velha, superando Emmanuelle Riva que, aos 85 anos, foi nomeada graças ao filme Amour. Caso a atriz italiana vença a sua categoria, superará ainda o recorde detido por Jessica Tandy, a atriz mais velha a vencer esta categoria.

Anthony Hopkins também é um ator que poderá vir a quebrar recordes históricos nas nomeações dos Óscares. Aos 83 anos, Hopkins pode tornar-se no ator mais velho da história a ser indicado para a categoria de Melhor Ator, graças ao seu papel em O Pai, ultrapassando Richard Farnsworth que tinha 79 anos quando foi indicado à mesma categoria. Se ganhar, pode ainda ultrapassar Fonda, que tinha 76 anos quando arrecadou o prémio de Melhor Ator.

The Life Ahead também contará com uma canção original, ‘Io sì’, interpretada por Diane Warren, que procura a sua primeira vitória na categoria. O drama retrata a história de uma sobrevivente do Holocausto que acolhe uma criança que vivia na rua, estabelecendo com ela uma forte ligação.

A produção da Netflix chega à plataforma de streaming já no dia 13 de novembro.

Mais Artigos
TVI
Podcast. TVI e o seu novo ‘Futuro’ pra cima de duvidoso