Primeira capa da edição de dezembro da Vogue britânica

Beyoncé revela que 2020 a “mudou completamente”

A Queen B aproveitou a edição de deembro da Vogue britânica para revelar as mudanças que sentiu depois do ano atípico de 2020.

A edição britânica da revista Vogue revelou esta sexta-feira (30) a edição de dezembro, onde Beyoncé se apresenta como a estrela das três capas deste mês. Em entrevista, a cantora revelou ao editor Edward Enninful que o seu grande objetivo passou a ser “desacelerar” e acabar com todas as “coisas stressantes” que pesam na sua rotina.

Já seria de esperar que a edição da Vogue protagonizada por Beyoncé ficasse marcada na história de alguma maneira. Desta vez, ficará graças à fotógrafa Kennedi Carter, que, com apenas 21 anos, se tornou na fotógrafa mais jovem nos 104 anos de história da Vogue no Reino Unido. Carter é a autora da sessão de Beyoncé, que rendeu três capas diferentes.

Duas das três capas da edição de dezembro da Vogue britânica

Durante uma entrevista conduzida pelo editor-chefe da Vogue, Edward Enninful, a cantora de 39 anos revelou que 2020 a “mudou completamente“. “Seria difícil experimentar a vida durante uma pandemia e a atual agitação social e não mudar. Aprendi que a minha voz fica mais clara quando estou parada“, afirmou Beyoncé. “Eu realmente aprecio este tempo com a minha família, e o meu novo objetivo é desacelerar e livrar-me das coisas stressantes da minha vida. Entrei na indústria da música aos 15 anos e cresci com o mundo a assistir, e lancei projetos sem parar“, terminou.

O últimos quatro anos “agitados” da Queen B

Os últimos quatro anos foram agitados para a Queen B: lançou o aclamado álbum Lemonade, deu à luz gémeos, subiu ao palco do Coachella, realizou o documentário Homecoming, seguiu numa tour com o marido Jay-Z e, mais recentemente, lançou o álbum visual Black is King.

Tem sido pesado e agitado“, contou Beyoncé, “passei muito tempo a concentrar-me em construir o meu legado e a representar a minha cultura da melhor maneira possível. Agora, decidi dar permissão a mim própria para me concentrar na minha alegria“. Além de tudo isto, a cantora apresentou recentemente a sua linha Ivy Park x Adidas. Com isto, o seu objetivo foi tornar o mundo da moda mais inclusivo, criando peças de roupa que variam entre o tamanho XXXS ao tamanho 4X.

Sobre a maternidade, Beyoncé revelou que depois de ter dado à luz a sua primeira filha, Blue Ivy, fez uma promessa a si própria: “A minha missão passou a ser garantir que ela vivia num mundo onde se sentisse verdadeiramente vista e valorizada“. Depois do nascimento do seu filho, Sir Carter, a cantora achou que serie importante ajudar a contruir um mundo onde também os meninos se sentissem valorizados, promovendo a inteligência emocional, o amor próprio e a valorização da história de cada um. O álbum visual Black is King foi dedicado apenas a Sir Carter.

Beyoncé apareceu pela última vez na Vogue britânica em 2013. Em 2018, a cantora partilhou a sua história na Vogue norte-americana, destacando as dificuldades que sentiu ao dar à luz os gémeos em 2017. A Queen B fez questão de ter um fotógrafo afro-americano a dirigir, em 2018, a sessão daquela edição.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Robert Englund
Robert Englund junta-se ao elenco de ‘Stranger Things’