Miguel Cunha dos Santos do Espalha-Factos
Fotografia: Espalha-Factos

Reportagem do Espalha-Factos nomeada para prémio da Comissão Europeia

Uma reportagem do Espalha-Factos está entre os 18 finalistas ao Prémio de Jornalismo “Fernando de Sousa”, da Comissão Europeia. A peça assinada por Miguel Cunha dos Santos alcançou um lugar entre os seis melhores trabalhos jornalísticos enviados por estudantes.

Intitulado “Lux Film Prize: estará a política assim tão desligada do cinema?“, o artigo de Miguel Cunha dos Santos, editor do Espalha-Factos, foi realizado em Estrasburgo, no Parlamento Europeu, em novembro de 2019. Acompanha o Prémio Lux de Cinema de 2019 e reflete acerca da ligação entre a política e o cinema europeu.

A peça jornalística concorre na categoria “estudante” ao Prémio de Jornalismo “Fernando de Sousa”.

“Esta nomeação, para o Espalha-Factos, é mais uma prova de que é possível fazer diferente na informação sobre cinema e televisão. É possível, em simultâneo, produzir conteúdos que sejam interessantes e cativantes para o público mais jovem e, por outro lado, manter um nível de qualidade elevado, sem ceder à especulação ou ao sensacionalismo.”, destaca Pedro Miguel Coelho, fundador do Espalha-Factos.

“O trabalho que o Miguel Cunha dos Santos fez, no Parlamento Europeu, serve de exemplo para todos os redatores do EF e para os jovens jornalistas, ainda a estudar e a prepararem-se para o mercado de trabalho, que vale sempre a pena sair da zona de conforto, agarrar desafios e dar o nosso melhor para contar histórias, transportar realidades menos conhecidas dos nossos leitores, e fazê-lo com a nossa própria voz e maneira de estar”, diz.

Criado em 2016 pela Representação da Comissão Europeia em Portugal, este prémio “visa honrar e perpetuar o profissionalismo” do jornalista Fernando de Sousa,  “realçando o seu contributo, de forma notável, para a clarificação das matérias europeias e para a promoção do conhecimento das instituições e políticas da União Europeia, em Portugal”.

Fernando Marcos Barbosa Rodrigues de Sousa (1949-2019) foi um jornalista português que se especializou em assuntos europeus, tendo passado pela RDP, BBC, Diário de Notícias e SIC. Foi ainda correspondente em Londres, Bruxelas e na Alemanha e “o jornalista português que mais cimeiras europeias acompanhou”.

Miguel Cunha dos Santos faz parte da equipa do Espalha-Factos desde março de 2019. É também estudante da licenciatura em Comunicação Social e Cultural na Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa.

O Espalha-Factos, fundado há 15 anos, é um órgão de comunicação social feito por jovens e gerido de forma colaborativa pelos seus elementos, funcionando com base no voluntariado e promovendo a formação de jovens jornalistas através da produção de conteúdos de qualidade que incentivem a revelação de talentos e a inovação.

Lux Film Prize: estará a política assim tão desligada do cinema?

Conhece todos os finalistas da categoria “estudante”:

Mais Artigos
Listen
Cinemas perdem 28 mil espectadores. ‘Listen’ é o mais visto da semana